10 de novembro de 2012

O que fazer enquanto espera

Quer saber? 

Aderi a ideia, que primeiramente encontrei no blog dos amigos Lídia e Rafael, mas foi originalmente criada pela Dea do Frozenbird!

Não sei se já sou mais critério pra esse tipo de avaliação, já que o processo provincial no Brasil já alcançou o da Colômbia, onde a espera é superior a 18 meses.

Eu só tenho 4 meses de "attendre" até aqui, e pra ser sincero, não estou me descabelando (ainda) por conta dessa espera. Tenho um planejamento bem tranquilo, e mesmo que eu venha a receber rapidamente o CSQ e visto, ainda ficarei no Brasil o tempo que planejei pra fazer tudo que imaginei fazer por aqui.

E bom, voltando a ideia de blogagem coletiva, resolvi queimar um pedaço do pé de meia que há 2 anos e meio já venho juntando pra emigrar e também um dinheiro que recebi de um trabalho paralelo que estive há alguns meses. Afinal, conforme meus planejamentos, estarei no Canadá daqui a pelo menos 2 anos (ou mais), então ainda tem muito chão pra recompor essa grana que queimei e planejei como um dinheiro seguro pra esse projeto de sair do país.

E bom, comprei não somente um, mas dois cupons de desconto nesses sites tipo Groupon e Clickon, e viajei com um desses cupons pra Santiago, no Chile, e Buenos Aires, na Argentina.

Foram viagens rápidas, fiz ambas em 1 semana apenas, mas deu pra sentir aquele ar gostoso de novos desafios, pessoas, culturas, aprendizado, e por aí vai!

Andei, com certeza, mais de 100km a pé nessas duas viagens visitando tudo o que o tempo me permitia fazer nesse pouco tempo de viagem, com noites de 5 horas de sono pra otimizar a visita. rs..

O segundo cupom que comprei, será também uma viagem pra fora, dessa vez pra Miami e Orlando. Aqui, aquela ideia padrão: parques de diversões até não ter mais pernas pra andar. Além de algumas compras que deixei de fazer no Brasil, e que com certeza vão me valer demais a economia quando estiver por lá.

Essa segunda viagem, diferentemente da primeira, estarei de carro, e creio ser uma viagem mais agitada e frenética, pois espero fazer ainda mais coisas, uma atrás da outra, por conta da rápida locomoção, e também por estar viajando sozinho. Sim! Viagens com amigos ou namorada são muito bacanas, mas nessa primeira experiência de viagem sozinho pra Santiago e Buenos Aires, pude perceber que também dá pra se divertir bastante sozinho. :)


Bom, é isso! Disponibilizei um álbum com pouco menos de 6 mil fotos dessa aventura na América do Sul. Fique a vontade para dar uma conferida. Parece insano, mas foram muitas fotos mesmo. rs..

A mensagem que deixo pro pessoal que está na espera, talvez até no mesmo barco de espera que o meu é: não se desesperem com o tempo de espera do processo. Utilizem isto à favor de vocês! Vai viajar pelo mundo, fazer um curso de fotografia, uma extensão acadêmica, visitar amigos antigos, aprender a tocar um instrumento musical, ler 50 livros em um ano, trabalho voluntário, enfim, não deixe a inércia do processo mover (ou deixar de mover) sua vida!

Vamos juntos? :)

25 de setembro de 2012

Presença no "Imagine Estudar no Canadá"

Passando rápidinho pra deixar o que vi na feira "Imagine Estudar no Canadá" que rolou hoje em Brasília.

A grande impressão que tive é que, nós, sem exceção, imigrantes ou quase, conhecemos muito do que foi passado de informação por lá.

Cursos são mais caros pra estrangeiros, precisa fazer equivalência de estudos para pós graduandos, precisa falar francês ou inglês (claro, se não for um curso de língua), e por aí vai.

Foi bom mesmo pra destravar a língua em conversas em inglês e francês com o pessoal das universidades. Mesmo assim, falei com poucos representantes. UdeM, Polytechnique de Montréal e Université du Québec.

Logo na entrada, me deparei com um representante do BIQ bem conhecido, cujo nome não mencionarei. Estava bastante receptivo, e lero foi bacana! rs..

Acabei por comentar com ele, claro, sobre o processo de imigração e outras dúvidas sobre meu perfil pessoal e profissional.

Conversa vai, conversa vem, ele me perguntou a minha nota do TCFQ, falei, e aí ele me inventa de continuar a conversa em francês. rs.. Tudo bem! Até que deu pra me virar, vai?

Nessa história, acabei descobrindo algumas informações randômicas, do tipo:

  • O escritório de São Paulo está em reformas, e as entrevistas irão ocorrer, provavelmente, em um outro local do que o de costume;
  • Pelo motivo acima, muitos ainda não receberam o email já definindo data e local pra entrevista;
  • Em estimativas, a missão no Brasil passará mais tempo em São Paulo do que em Salvador, pois os processos estão mais concentrados de acordo com essas regiões;
  • Processos como o meu, de Julho desse ano, PODEM ser encaminhados já nessa leva devido a força tarefa que estão fazendo pra eliminar o backlog de dossiês brasileiros, mas que, por via de regra, ficarei para a missão de Março;
  • Bom, acabei falando já na de cima, e ele acabou soltando essa informação que NÃO É OFICIAL: talvez tenhamos uma nova missão aí já prevista para Março.
No mais, a feira não foi muito interessante para aqueles que estão emigrando, pois muitas das informações introdutórias dadas lá, acabamos por pegar em pesquisa própria.

De toda forma, recomendo a presença de todos aqueles que puderem participar nas cidades em que o evento está por ocorrer, pois dá pra bater um papo com os representantes das universidades, e quem sabe, já adiantar informações preciosas que dificilmente conseguimos por email.

Abraços, e até a próxima!

18 de setembro de 2012

Dicas para recém chegados

À toa na internet, estive visitando sites de eletrônicos e eletrodomésticos no Canadá e nos EUA.

Eis que me deparo então com o já conhecido Futureshop.

Sabe o que encontrei por lá? "We pay the tax on all major appliances." Que em bom português quer dizer: "Pagamos os impostos de eletrodomésticos."

Opa, pera... Vamos fazer assim, dá uma navegada no site futureshop.ca, na parte de appliances. Viu os preços? Já estão bem em conta, né?

Agora imagine não pagar imposto pra comprar? Imagine pegar um desses eletrodomésticos com um pequeno arranhado e pagar metade do preço, e também sem imposto?

Parece brincadeira, mas desconto no Canadá é coisa séria. rs..

Hora ou outra encontro coisas desse tipo, mas poucos sabem que essas oportunidades existem. Por isso, deixo aqui minha dica para o pessoal que tá chegando!

Dá uma olhada com calma nos panfletos das grandes lojas. Lá você vai encontrar, com certeza, uma promoção que simplesmente vai lhe fazer economizar muitos muitos dólares.

Tudo que um recém chegado quer, não é verdade?

14 de setembro de 2012

Dica para Francês (e Inglês)

Olá, olá!

Bom, como muitos já sabem, dei uma parada boa com os estudos do francês e do inglês para poder focar ($$$) em outros projetos também tão importantes quanto a emigração.

Pois bem. Todos sabemos que, dependendo do tempo que ficamos distantes do estudo de línguas, começamos a enferrujar e perder o jeito da coisa. Isto tem acontecido comigo, de forma mais intensa com o francês.

Até pensei em retomar as aulas em ambas as línguas agora, mas não está nada barato, principalmente considerando o paralelismo com estes outros projetos que estou conduzindo. O grande problema é que em Novembro e Dezembro haverão as missões de seleção, e eu, apesar de ter contabilizado pontos o bastante para receber o CSQ em casa, vai saber! Posso ser chamado pra entrevista pra levar algum documento que eles queiram ver ao vivo, e ver se aquele C1 do TCFQ é real mesmo, ou se estou de sacanagem. Se bem que nem eu acredito nessa nota até hoje. rs..

Considerando estas e outras, comecei a retomar meus estudos de francês e inglês sozinho mesmo, por enquanto. Estou utilizando um Podcast, que imagino até ter mencionado ele por aqui antes.

Chama-se "Learn French by Podcast". A grande sacada desse Podcast é que ele é feito por anglófonos, com locutores franceses. Desta forma, toda explicação das regras gramaticais, vocabulários e expressões idiomáticas é realizada em inglês, e os diálogos são feitos em francês. Nessa, mato 2 coelhos com uma caixa d'água só! rs..

É de graça, e pra quem usa iTunes, fica mais simples ainda fazer o download dos "zilhões" de episódios disponíveis. Depois é só sincronizar com os iPads, iPods e iTrecos da vida pra sair ouvindo. Claro, pode ser utilizado por quem não os possui também, sem problemas!

Caso eu venha de fato a receber convocação para entrevista ainda este mês ou no início de Outubro, aí o jeito será partir pra aulas intensivas novamente, com o máximo de horas por dia pra saturar a cabeça com francês novamente, como fiz na época do TCFQ.

Por enquanto, esta dica do podcast tem me facilitado bastante, e me feito retomar muita coisa que estava até então esquecida na cabeça.

12 de setembro de 2012

Notícias frescas da palestra

Há pouco estive na palestra sobre imigração por Québec realizada pela mexicana Perla.

A palestrante de vez enquando fala um portunhol maroto, brincadeiras a parte, mas deu pra tirar bastante informação boa nessa minha ida por lá hoje! Achei ela mais aberta que o Gilles para tirar dúvidas e falar sobre detalhes do processo.

A pedidos, trouxe algumas informações sobre o PEQ.

Para facilitar um pouco, irei dividir as informações obtidas nos seguintes grandes temas:

Processo Provincial (Québec)
  • A tradução de documentos NÃO precisa ser realizada por membro OTTIAQ (ordem de tradutores do Québec), basta ser juramentada, e pode ser realizada no Brasil mesmo por tradutor autorizado; Resumo da opera, este que vos fala morreu numa grana muito maior do que a necessária :)
  • Ainda na questão de traduções, envie cartas profissionais das empresas já em inglês ou francês pra economizar em traduções; Eita dinheiro que foi fácil esse meu... :)
  • O CSQ possui nova validade de 2 anos para entrar no Processo Federal;
  • A francisação presencial (após a chegada no Canadá) ainda existe. Isto vai de contra aos rumores de que esta havia sido extinta, e somente a francisação online havia permanecido;
  • Para receber CSQ em casa, basta ter a nota de corte +1; Essa era nova, e gostei da noticia, pois se for assim, estou dentro!
  • CV não é solicitado no formulário de documentos, mas deve ser enviado. Quem não enviou, provavelmente será solicitado pelo BIQ; OK! Vou enviar o meu então antes que peçam (sugestão da própria palestrante)
  • Não se sabe se os dossiês muito novos (como o meu, que é de Julho de 2012) serão avaliados na missão de Novembro/Dezembro de 2012. Cogita-se que sim, devido a força tarefa que estão realizando para dar andamento em todos os processos enviados até então (2011/2012);

Informações Gerais
  •  A pausa na recepção de processos para a parte federal é válida apenas para aqueles que aplicarem diretamente pelo Processo Federal (Skilled Worker). Quem está com CSQ na mão, pode entrar a qualquer momento no Federal;
  • Aviação Civil, especificamente para pilotos, é tão aquecida quanto a TI em Montréal, apesar de o processo de imigração por Québec não ter na lista de profissões algo que diga se pilotos são ou não elegíveis; No meu caso, irei e atuarei nos primeiros anos como profissional em TI, e posteriormente migrarei para Aviação Civil (piloto comercial)
  • O horário de atendimento do BIQ México é de 9h30 às 11h30, de terça a quinta. Aos que desejarem realizar contato, além do email (que não anotei, mas pode ser obtido no site oficial de imigração por Québec), o seguinte número de telefone pode ser utilizado: +5255 1100-4340.

PEQ
  • PEQ é basicamente a etapa provincial (e possívelmente a federal) mais acelerada para obtenção do CSQ (e consequentemente o visto de residente), e se aplica somente aqueles que estão no Québec cursando um ensino superior (graduação, mestrado ou doutorado) ou para aqueles que estão no Québec com visto de trabalho temporário (CAQ) há pelo menos 1 ano. Estimasse que o visto seja emitido em até 1 ano com esse programa;
  • Quem for selecionado nessas missões de TI  que hora ou outra ocorrem, ou conseguirem uma bolsa de estudos no Québec, poderão ser elegíveis para este tipo de programa.
Bom, pelo menos pra mim a palestra foi muito proveitosa. Sanei as dúvidas que eu tinha, mais algumas que foram surgindo na cabeça no decorrer da troca de dúvidas, e também trouxe mais algumas informações que serão utilizadas num futuro não muito distante.

Até a próxima!

10 de setembro de 2012

Palestra Québec - Brasília

Agora será a vez de Brasília!

Dias 12 e 13 de Setembro teremos uma palestra sobre imigração ao Québec. Uma será realizada no UNICEUB, no dia 12, e a outra na Aliança Francesa da Asa Sul, no dia 13.

Muitos dos amigos blogueiros e parceiros de fóruns já realizaram muitas das perguntas que eu gostaria de ter feito, e muita coisa está mais clara agora.

De toda forma, estarei por lá, no UNICEUB, no dia 12 para acompanhar o que tem para ser dito, além de levar mais algumas dúvidas para serem discutidas.

Caso tenham perguntas a fazer, me enviem, que farei o possível para trazer uma resposta.

Para quem for, até lá!

6 de setembro de 2012

Guide des Procédures d'Immigration

Olá!

Volta e meia encontro o pessoal com dúvidas nos blogs de emigração, e também nos fóruns e comunidades de discussão na internet.

Bom, não vejo problemas buscar respostas para estas dúvidas, afinal, eu também já tive muitas e ainda tenho várias, mas hoje posso ajudar o pessoal que tá conhecendo o processo com algumas coisas.

O grande problema é que a pesquisa de alguns se limita somente a estes blogs, fóruns e comunidades, e nunca se procura a fonte oficial da informação. Isto é um problema sério!

Por isso, hoje resolvi falar da importância de leitura do Guide des Procédures d'Immigration, que é um documento oficial. Claro, este é válido apenas para aqueles que vislumbram entrar no processo provincial por Québec.

As vezes chego a ser chato nos fóruns e comunidades falando pro pessoal ler esse documento de 80 páginas. Mas afinal, por que faço isso?! Simples! É preferível fazer o que se está escrito oficialmente e entender primeiramente o funcionamento do processo, para que se gerem dúvidas embasadas. 50% ou mais das dúvidas que temos quando estamos conhecendo o processo, ou em dúvida quanto ao preenchimento dos formulários e pontuação são solucionadas ao ler esse documento.

Não é necessário nem ler as 80 páginas, ele possui uma ordem lógica, e rapidamente você irá saber o que se aplica ou não pra você. Lá ele fala de todos os perfis, mas nem todo mundo tem conjuge, filhos, é preferencial, enfim, cada um tem um perfil diferente que conduz ao que é necessário ler no documento.

Vale a pena "perder" um tempinho lendo-o!

Se está conhecendo o processo de imigração por Québec, leia-o! Se está com dúvidas sobre sua elegibilidade de aplicação por Québec, leia-o! Se está com dúvidas sobre a pontuação do seu perfil, leia-o! Se está com dúvidas sobre quais são os procedimentos básicos de entrada no processo, leia-o! Se não sabe quanto custa pra entrar no processo, e quanto custa a entrada de sua família junto no processo, leia-o!

O documento não tem resposta para todas as dúvidas e está longe de ser um oráculo (rs..), mas perguntar depois que tudo foi lido com calma é muito mais proveitoso, pois restarão somente algumas poucas situações mal entendidas ou não solucionadas.

GPI, GPI, GPI! Ponha-o na cabeceira da cama, e boa leitura!

 Abraços!

4 de setembro de 2012

Quase 2 Meses Depois e Boas Noticias!

Olá, olá!

Há 5 dias de fazer 2 meses desde o envio do temido dossiê ao BIQ México, aproveito este momento para comentar sobre as informações que tenho visto o pessoal comentar no Fórum da Comunidade Brasil-Québec.

Como alguns já sabem, novas palestras estão sendo realizadas para divulgar o processo de emigração por Québec, representadas no Brasil pela mexicana Perla.

Muitos, há bastante tempo sem respostas, já levaram suas dúvidas a estas palestras e, FELIZMENTE, boas notícias foram dadas pela palestrante.

Segundo ela, o foco no momento é para finalizar o backlog de processos brasileiros, e que todos os dossiês enviados de 2011 e 2012 tomarão seu devido rumo, seja com CSQ em casa, ou com entrevista na missão de Novembro/Dezembro.

Será, será???

"Palma, palma, não priemos cânico!" Como Chapolim Colorado já dizia! rs..

Meu processo esperou muito pouco comparado com os demais, mas a possibilidade de entrar nessa leva no fim do ano me anima!

Mais uma vez, o jeito é esperar!

Fiquem atentos aos seus emails (e caixa de spam), pois alguns já receberam o contato do BIQ informando que em breve serão entrevistados!!!

Abraço!

28 de agosto de 2012

A fila vai andar

Olá!

Depois de ler um pouquinho sobre a dica dada pelo casal do Ucrâmbuco, parece que as coisas começam a tomar sequência novamente em breve.

Conforme previsto no documento oficial, haverá uma missão de entrevistas em São Paulo e Salvador, do dia 7 de Novembro á 21 de Dezembro. Achei essa data pertinho de Dezembro meio estranha, mas se ocorrer assim mesmo, será um baita presente de Natal pra muitos!

Isso, imagino eu, elimina uma tese que estava cogitando: entrevistas por telefone.

Qual será o critério de vazão desta seleção? Candidatos do segundo semestre de 2011? Candidatos dos dois últimos semestres? Todos os demais candidatos que entraram desde então? Vai saber...

Levando em consideração as últimas missões, a última de 2011 convocou candidatos do primeiro e começo do segundo semestre daquele ano, a primeira missão de 2012 convocou mais alguns poucos da metade do segundo semestre de 2011. E agora temos mais uma missão em 2012 no fim do ano, e um backlog de candidatos de Novembro de 2011 ao presente momento.

Levando em consideração a estimativa que eles deram oficialmente no email de abertura do processo de 10 meses, provavelmente, cadidatos como eu, que entrei no processo em Julho de 2012, ficarão para a próxima missão em 2013. Imagino que esta deverá ocorrer como as dos outros anos, por volta de Março.

Enfim. Só análises aleatórias, que no fim das contas não servirão de nada. rs..

O que resta então é aguardar!

Abraços!

26 de julho de 2012

Email de abertura - Agora é OFICIAL!

Agora sim posso abrir um sorriso de orelha e orelha e tirar toneladas das costas!

Recebi o tão esperado email do BIQ Mexico com a informação de lançamento no cartão de crédito, e abertura do meu processo provincial.

Foi engraçado, pois estava acompanhando os blogs de alguns amigos que já haviam enviado dias antes de mim, e até então nada. Ai pensei, bom, semana difícil essa, podia receber o email de abertura do processo pra sorrir de graça. E não é que ele estava lá? rs..

O email provavelmente vocês já viram nos blogs de muitos amigos, mas deixo uma cópia dele abaixo.

Liguei na administradora do cartão, e o lançamento foi devidamente efetuado!

Torçam muito, pois agora estou dentro OFICIALMENTE!

Objet :     Ouverture de votre dossier – perception de frais par carte de crédit

Monsieur,

Nous confirmons l'ouverture de votre dossier et accusons réception de votre règlement d’un montant de _750.00$_ effectué par carte de crédit. La présente lettre atteste donc de la perception des frais afférents à l'étude de votre Demande de certificat de sélection du Québec.

Votre dossier est à l'étude. Vous recevrez un courrier de notre part au cours des dix (10) prochains mois vous informant de la suite que nous donnerons à celui-ci.  Pour connaître le délai moyen de traitement des dossiers, veuillez consulter le site :

www.immigration-quebec.gouv.qc.ca

Compte tenu du volume important de demandes qui nous sont soumises, nous ne répondons pas aux demandes concernant l’état ou le statut du dossier.  Nous tenons également à vous souligner que la teneur de nos dossiers étant strictement confidentielle, nous ne donnons aucun renseignement par téléphone sur des demandes d'immigration.

Nous vous remercions de votre intérêt pour le Québec et vous prions d’agréer, Madame, l’expression de nos meilleurs sentiments. 

16 de julho de 2012

Olha o dossiê lá nos "muchachos"

Opa!

O danado chegou ao seu destino! Sim, o dossiê! rs..


Aproveitando a dica dos amigos do Aller au Québec, depois do dossiê sair do Brasil, é melhor acompanhar o rastreio do bicho via Correos de México. Claro, isso vale pra quem enviou via EMS dos Correios brasileiro.

Agora é ter "serenidade" e "doçura", que aí vem! :)

Abraços!

13 de julho de 2012

O fantástico mundo dos blogs de emigração

Olá pessoal!

É engraçado esse mundo blogueiro! Muitas vezes escrevemos pelo simples fato de compartilhar sentimentos ou momentos, algumas vezes para ajudar outras pessoas que estão no mesmo caminho que o nosso, outras pra desabafar, e também, por que não, para comemorar pequenos passos rumo a um sonho.

Hora ou outra me pego lendo blogs, tanto os que conheço de longa data quanto blogs que nunca havia visitado, e vou vasculhando seus arquivos de postagens. É muito comum encontrar blogs que nasceram e ainda hoje permanecem de pé. Outros que nasceram, viveram, e "morreram". Entretanto, em todos, uma história foi escrita com muita batalha, lágrimas, e sorrisos.

Lembro até hoje a sensação que tive logo quando comecei a estudar sobre como funcionava o processo de emigração canadense em 2010. Entrava a todo o tempo em blogs, fóruns, sites oficiais. Encontrei um blog de um casal que havia emigrado para Toronto, e chegaram com suas malas de 32kg à North York em um apartamento simples, porém aconchegante, e pouco a pouco foram firmando seus pés na neve. Hoje, infelizmente, esse blog não existe mais. Era o "Canadaboa", que pode ser encontrado somente em sua primeira versão no Blogspot com o começo da caminhada desse casal.

Lia as histórias dessas pessoas, dessas famílias, como se fosse um livro. Há blogs em que li todos os posts que foram escritos. Quase sempre me emocionava com cada um deles. Sentia praticamente a mesma felicidade que sentiam ao enviarem seus dossiês, ao receberem seus CSQs, ao receberem seus vistos, ao pisarem em solo canadense, ao conquistarem objetivos antes nunca sonhados no Brasil, ao viverem seus sonhos.

Essas histórias acabam por se repetir dia após dias, com nós, blogueiros ou não.

O importante é que devemos nos manter sonhando, e buscando alcançar nossos sonhos.

E aos que gostam de escrever, escrevam em seus blogs! Suas histórias com certeza serão lidas, e provocarão muitas lágrimas de felicidade em pessoas que talvez nunca iremos conhecer, mas que também alcançarão seus sonhos.

9 de julho de 2012

De cabeça fria: Dossiê enviado!

Após um leve aborrecimento com essas picuinhas que só o processo de emigração canadense pode nos proporcionar, permaneço elegível para a emigração provincial!

Na quinta feira passada o restante das traduções chegaram e tirei hoje o dia de folga pra autenticar a papelada toda, por tudo no jeitinho na pasta, e finalmente enviei tudo pro México.

 Só os que me acompanham a certo tempo imaginam o quanto chegar aqui foi sofrido. Mas como eu já tinha dito antes, exceto se eles me tirarem oficialmente do processo, vou com isto até o fim. :)

Agora é torcer para receber a cartinha de abertura do processo, receber o débito no cartão e seguir aos próximos passos dessa jornada.

Aos que são de orar, orem. Aos que não, torçam.

Obrigado por todas as mensagens de apoio deixadas no ultimo post!

30 de junho de 2012

Estou OFICIALMENTE fora do processo

Maravilha, maravilha!

Após quase 2 mil reais em traduções de documentos, 2 anos de estudos, rios de dinheiro gastos, estou oficialmente fora do processo de emigração.

Por determinação, os processos federais não serão mais aceitos até ano que vem, e os provinciais seguiram o mesmo padrão.

Novos processos agora, só em Abril de 2013.

Se eu vou esperar até lá? SEM CHANCE!

Vamos em rumo a outros objetivos agora, e quem sabe, até a outro país! :)

Confira um pouquinho dessa loucura no site oficial.

10 de junho de 2012

Adeus primeiro semestre...

As traduções chegaram!!!

E não, não enviei o dossiê ainda. "Ué, tá maluco? Tá esperando o que?" Na loucura do dia a dia, acabei por não traduzir 3 vias de documentos necessários para o envio. Está tudo praticamente pronto, mas faltam ainda estas traduções.

Voltamos então a estaca 0. Documentos enviados à tradutora. Agora é aguardar pelo menos 25 dias pra chegarem até mim. E o tempo passando! E o dinheiro fluindo ralo à baixo!

A rotina atualmente tem sido tão pesada que até mesmo nas aulas de francês já estou raramente frequente. Perigo até de não passar neste nível atual na Cultura Francesa. Antigamente via este projeto de emigração como algo eminente, mas hoje em dia, já estou bem desanimado com essa coisa toda. São tantos limitantes que uma hora, nós mesmos passamos a ser os principais pontos de limitação.

Claro, não vou desistir enquanto esse dossiê não estiver no México. O jeito é ter calma, esperar o que tem que ser esperado, e bola pra frente.

Por mais que digam que este processo não deve ser uma forma de estagnar a vida, infelizmente não é bem assim. Para alguns pode ser fácil tocar a vida normalmente enquanto se caminha rumo a emigração, mas por aqui as coisas não são fáceis! Essa é a realidade de muitos nesse caminho, infelizmente.

O pouco que tenho acompanhado os amigos desta atual jornada, há processos provinciais levando mais de 1 ano (sem entrevista ou CSQ em casa). A coisa tá ficando boa!

E sim, mais um semestre fora do processo. :)


29 de maio de 2012

2 anos de blog

Na quarta-feira passada, o blog fez 2 anos desde sua criação em 23 de Maio de 2010.

De lá até aqui, muito esforço, muito foco, muita limitação, muito inglês, muito francês, muito dinheiro gasto, muito tempo gasto, e nada de processo. rs..

Foram dois anos de muitas coisas boas, mas também de muitas dificuldades visando a emigração.

Agora está realmente perto deste dossiê ser finalmente despachado ao México, e este processo de fato ter início.

Aos que já passaram por isso, sabem o quão complicado é esta fase de busca por pontos, e o quão angustiante é acompanhar tantas mudanças que dificultam ainda mais nossa entrada neste processo. Ninguém disse que seria fácil, e ainda bem que não é! Assim valorizamos as conquistas, e aqueles com jeitinho brasileiro, o qual tanto amamos detestamos, são logo filtrados.

Apenas uma parte dos documentos traduzidos chegaram... Fico ansioso não por estar perdendo tempo, mas de lembrar que ainda haverá pelo menos mais 2 anos APÓS o envio dos documentos para conclusão. Só de pensar que fariam agora 6 meses que já teria enviado tudo se não fossem pelas mudanças me deixa maluco, mas não há escolha!

Vamos em rumo ao terceiro ano de blog, mas desta vez, com processo aberto e CSQ na mão, poxa!

10 de maio de 2012

Tradução realizada, mas...

Quem disse que somente os serviços brasileiros são enrolados?

É assim que começo este post de hoje com mais um problema que me impede de enviar a documentação. Que novela, heim?

Pois é, anteriormente havia mencionado que meus documentos já estavam em processo de tradução, e enfim, eles foram devidamente traduzidos e enviados pela tradutora que mora no Canadá.

O grande problema é que ela utilizou os serviços de envio da Canada Post. Paguei pela taxa de envio do serviço mais rápido deles (XPRESSPOST). A promessa de entrega era de 72 horas. Ótimo, em 3 dias eu teria meus documentos em mãos para enviar ao México, certo? Ledo engano...

Os documentos foram postados no dia 26 de Abril e até hoje NADA de entrega... Em contato com a Canada Post, as 72 horas corridas se transformaram em horas úteis, e agora já cogita-se no reembolso do valor de postagem devido a demora.

Complicado, né?

Felizmente, a página de "Applications received" foi atualizada, e apenas 512 dossiês foram enviados até então. Tomara que este número não tenha um salto significante nos próximos dias!

Enquanto isto, só resta ter paciência até que meus documentos chegem, enfim...

Abraços!

19 de abril de 2012

Será que ainda dá?

Bom, recebi o certificado do TCFQ que pode ser enviado no dossiê, e meus documentos já estão em fase de tradução (depois vou falar sobre isso em detalhes).

A minha preocupação é só uma: o site de "Applications received" não atualiza por nada a quantidade de dossiês para Skilled Workers (group 2) já enviados. O status "To be posted" é sólido e indivisível. Tomara que essa demora não seja devido a dificuldade em contar os dossiês enviados...

Espero ainda no fim da semana que vem enviar esse dossiê, e espero até lá não ter nenhuma surpresa com estes números.

Eita Québec... Cada vez mais perto, cada vez mais longe...

11 de abril de 2012

Resultado do TCFQ: Pera aí, tá maluco!?

Olá, olá!

Dei uma afastada boa de toda essa coisa de emigração, pois esse processo estava esquentando demais minha cabeça...

Acabei por desencanar com o total atraso do resultado do TCFQ, mas que enfim, saiu!

E bom, o que posso dizer? Veja você mesmo abaixo:


C1? C'est de la folie!

Nem de longe esperava um resultado tão significativo, ainda mais na expressão oral. Na compreensão oral, estava esperando até um A2, por ter ido mal na prova de fato.

Isto me dá mais vários pontos, que com certeza são muito bem vindos.

A Amanda tirou B1 na compreensão oral, e B2 na expressão oral, que também são ótimas notas.

Estou agora na mão de uma empresa que trabalhei. Eles não querem, POR NADA NO MUNDO, gerar a carta de referência com as informações solicitadas para emigração.

Depois disso, ainda terei que traduzir os documentos.

Pra ser bem sincero, estou MUITO desanimado com esse processo de emigração. Não é que a vontade de emigrar tenha passado, mas estou chateado (para não dizer outra coisa), com essa loucura que tem acontecido desde então.

Estou batalhando pra ter essa documentação reunida, vou enviar pra tradução, e ficar acompanhando o número de aplicações já enviadas. Se este número chegar próximo dos 14 mil definidos como número limite, estou fora desta ideia de emigrar por tempo indeterminado. Pelo menos para o Canadá...

Abraços!

Mais dicas para o TCF: TCFQ: 7 Dicas e Informações úteis

21 de março de 2012

Mudanças? O processo de Québec, TEM!

Olha que interessante!

No mesmo momento que postei sobre como nossas vidas podem mudar de forma negativa, tudo em prol da preparação para este processo, uma nova mudança no processo é lançada.

Não vou nem falar muito sobre ela, pois meu amigo Daniel já mencionou-a bem neste link.

Eu concordo que o Canadá possui todo o direito de pintar e bordar da forma que quiserem com esse processo, mas note o seguinte... Imagine a quantidade de gente que vai para estas palestras, mudam completamente o foco de suas vidas após ver uma bela e esperançosa apresentação oferecida para incentivar novos emigrantes. Esses por sua vez, investem ALTÍSSIMAS quantidades de tempo e dinheiro, se limitam ao máximo para poder bancar um curso de francês, provas de proficiência, tradução de documentos, e por aí vai.

Direito eles tem de fazerem o que quiser, na hora que querem com esse processo, mas ao mínimo deveriam ter   bom senso e respeito com aqueles que lutam por isso. Lutam por ter uma vida melhor, e lutam para possibilitar isso em um novo país.

Imagine a quantidade de gente, que como eu, pode não mais entrar nesse processo? Não estou a dizer que foi uma imensa perda de tempo utilizar recursos como tempo e dinheiro investindo, por exemplo, em aprofundamento de duas línguas estrangeiras. Não, não... O buraco está muito mais embaixo...

Estou há 2 anos nesse caminho, e há alguns que estão ainda mais do que eu. Imagine simplesmente, hoje, baterem de cara com a porta fechada da emigração?

Enfim, não passei por aqui novamente para ficar me lamentando, chorando pitangas, e reclamando do processo.

Realmente torço para que TODOS nós que buscamos nosso objetivo na emigração, que tenhamos sucesso.

Deixando a imigração em segundo plano...

Depois de quase 2 anos de esforços, quase sem qualquer pausa, onde o foco foi totalmente voltado a ser elegível ao processo de emigração, hoje já estou exausto com tudo isso. Na verdade não é de hoje que demonstro isso, e inclusive já fiquei maluco algumas vezes, como essa.

Acompanhar blogs, ler notícias, preparar documentos, se preparar para provas de proficiência, gastar horrores de dinheiro, tudo com um único objetivo, uma hora cansa.

Antes de qualquer coisa, não, não desisti do processo de emigração. Apenas estou mudando um pouco o foco das coisas agora. Não podemos simplesmente vivermos uma vida altamente limitada, tudo em prol da imigração. Eu mesmo tenho me limitado DEMAIS, acompanhado DEMAIS, e vivido de MENOS. Afinal, a vida por aqui, ainda no Brasil, não para!

Por isso então que neste momento decidi deixar essa coisa de emigrar em segundo plano, totalmente. Nesta sexta-feira, ou no máximo segunda-feira que vem o resultado do TCFQ sai, mas o documento que pode ser enviado ao BIQ com o resultado só chega daqui 20 dias. Estou providenciando declarações com ex-contratantes. Parei de comentar sobre a imigração com aqueles que me perguntam sobre. E estou, enfim, dando uma desacelerada nisto tudo.

Vou manter as aulas de francês e inglês de forma regular, intensivos agora somente em cursos de férias, e olhe lá!

Vou deixando as coisas correrem enquanto o tempo passa. Se der tudo certo, bem, se não der, amém...

12 de março de 2012

Agora ficou sério... Teste Online fora do ar!

É pessoal, agora o negócio parece ter ficado sério mesmo...

Ontem publiquei a recente alteração do processo por Québec, agora solicitando também a tradução juramentada dos documentos enviados comumente em dossiê de entrada no processo.

Hoje, sem mais nem menos, o EPI (Évaluation préliminaire d’immigration) - aquele teste que boa parte de nós faz pelo menos umas 100x antes de enviar o dossiê, para ter certeza que é passível de entrar de fato no processo; ESTÁ FORA DO AR E EM MANUTENÇÃO.

O que quer dizer que, para os que estão desesperados (como eu), esperando o resultado do TCFQ e procurando um tradutor juramentado registrado no OTTIAQ, não sabemos o que nos espera para o dia de amanhã.

Se o processo mudar novamente, provavelmente mais uma imensa quantidade de pessoas vai ser postergada, e muitas até cortadas do processo.

Imagine sofrer esse tempo todo, e morrer na praia?

Espero que não seja nada demais... Por enquanto, sigo aqui procurando tradutores e reorganizando a documentação...

Se souberem de algum tradutor autorizado pela OTTIAQ, e possam me indicar, será de imensa ajuda!

EDIT: Parece que não foi nada demais. O EPI já está online novamente, e a versão ainda é a mesma (2008-06-16).

Abraços!

11 de março de 2012

A coisa fica (mais) feia: Processo por Québec

É pessoal... Primeiro foi a alteração do processo em Dezembro de 2011, onde seria necessário realizar provas de proficiência em inglês e francês para comprovação de pontos. Agora, há alguns dias de receber o resultado do TCFQ, BOMBA!

Conforme a alteração lançada oficialmente no dia 8 de Março no site oficial em francês, TODOS OS DOCUMENTOS enviados em dossiê para entrar em processo provincial, deverão ser AUTENTICADOS e TRADUZIDOS POR MEMBRO AUTORIZADO DE ORDEM. Não, você não leu errado. Agora será necessário traduzir os documentos em etapa PROVINCIAL E FEDERAL!

É mole, ou quer mais?

Sem mencionar que agora, muitos documentos eles pedem as versões originais, como: Declarações de Experiência Profissional e Resultados do IELTS e TCFQ. Se isso sumir, por algum motivo, só nos resta cópias autenticadas, e que neste caso, não valerão de nada...

E quando eu digo para as pessoas que estou desesperado pra enviar logo esse dossiê, por conta das mudanças do processo, o pessoal ainda me acha impaciente...

Mais uma vez, não adianta chorar. O negócio agora é procurar informações sobre tradutores, morrer em mais uma grana bacana em tradução, esperar mais, para finalmente tentar enviar (se não houver nenhuma outra mudança até lá).

E com essas mudanças tornando-se realidade na vida dos sonhadores, a imigração se torna cada vez mais seletiva, e difícil. Afinal, para muitos (como eu) se tornarem aptos à seleção, é necessário queimar uma boa quantidade de dinheiro que as vezes nem temos, para termos a possibilidade de começar o processo.

Bola pra frente...

Vou tentar sondar informações sobre as traduções, e assim que tiver uma informação mais sólida, trago aqui.

Abraços.

5 de março de 2012

Et c'est ça... Le TCFQ


É isso! Finalmente, a prova do TCFQ foi realizada!

Mesmo sabendo que eu poderia ter ido melhor, acho que conseguirei a pontuação mínima necessária para enviar o dossiê.

A prova em si, seguiu o mesmo padrão no qual citei anteriormente. 30 minutos, 30 questões de escuta. Depois realização da prova de expressão oral, que não ocorreu em ordem alfabética, mas sim na ordem de quem quisesse fazer.

Eramos um total de 5 pessoas, eu, Amanda, Daniel do OsCunha, e um casal.

Aproveitamos para trocarmos uma ideia sobre o processo, e tranquilizar os nervos enquanto aguardávamos a conclusão das provas de expressão oral.

Infelizmente, a prova foi aplicada com certo descuido e desorganização. Já no início da prova de escuta, a pessoa responsável por aplicar a prova parou a gravação, saiu da sala para perguntar se o gabarito deveria ser marcado à lápis ou caneta, retornou informando que era à caneta, e deu continuidade na gravação enquanto falava que não poderia voltar a gravação. Resumo da opera: 1 questão pro limbo (pra quem precisa de cada centésimo de ponto, isso faz diferença, afinal...).

Daí então, fomos para o teste de expressão, e lá, falha técnica... O computador não gravou 2 das 5 entrevistas, e o Daniel foi uma das pessoas que acabou por realizar a entrevista duas vezes.

A prova de escuta, é exatamente igual aquela disponível no site da TV5. Sem tirar nem por. Até os alertas sonoros são os mesmos. Esta não se assemelha em nada com o IELTS. Aqui, são somente questões já determinadas, você não tem que pegar nenhum extrato de frase ou palavra do texto para completar um espaço em branco. As opções estão todas ali, basta escutar a questão, ler a resposta no caderno de questões e marcar em gabarito. Aqui, é possível obter uma nota bastante alta, sem que seja necessário ter um nível alto. Basta treinar bem os ouvidos, e praticar simulados e mais simulados da prova.

A entrevista é baseada nos níveis que todos já conhecemos bem de francês: A1, A2, B1, B2, C1 e C2. Começando então do menor para o maior. O examinador tem 5 perguntas, das quais escolherá uma ao acaso, e então realiza uma pergunta. Quando chegamos nas perguntas dos níveis B1 ou B2, o examinador lhe propõe uma situação hipotética, e você deverá realizar uma pergunta a ele sobre este assunto. Nos níveis C1 e C2, as perguntas são compreensíveis, porém muito subjetivas. Por exemplo: "O desemprego é um mal necessário em nossa sociedade atualmente?", ou "A globalização do trabalho é uma realidade? Por que?", ou até "Na sua opinião, há algum tipo de conflito entre as organizações internacionais?". São perguntas que, você pode viajar na batatinha pra responder, pois é de fato uma avaliação da sua capacidade de argumentação.

A AF não soube fornecer exatamente quantos dias levam para o resultado sair. Espero que saia nos 15 dias previstos oficialmente. De toda forma, se a nota for baixa, irei perder o período de inscrição, e ter que aplicar novamente somente no próximo semestre. C'est domage...

Enfim, dando tudo certo, em abril, ou até mesmo no fim deste mês de março, esse dossiê vai finalmente sair de nossas mãos, e finalmente poderemos dizer: ESTAMOS NO PROCESSO!

Por agora, nos resta esperar...

Desejo sucesso à todos que realizaram a prova hoje, e boas notícias para aqueles que estão passando por essa loucura de espera do consulado.

Edit:
Parceiros de jornada que também deram seus  relatos sobre o TCFQ:
Daniel, Érable Carioca: TCFq - Expressão Oral
Daniel, Os Cunha: OsCunha: TCF-Q – Relato sobre a prova de março/2012
Lois & Brian, Aller au Québec: TCF Quebec - 05/03/2012

Abraços.

29 de fevereiro de 2012

Menos de uma semana para TCFQ e dicas

Olá pessoal!

Sei que alguns já estão cansados de tanto post sobre francês/inglês e provas de proficiências. Eu sei. Eu também estou bem cansado disso tudo.

De toda forma, faltando aí pouco menos de 1 semana até o dia do TCFQ, gostaria de deixar algumas dicas para nossos companheiros desta jornada.

Há alguns dias, o Daniel, do Érable Carioca, deixou uma dica bastante interessante sobre os tipos de questões realizadas na entrevista da prova do TCFQ. Vale, com toda a certeza conferir e treinar.

Como não posso deixar de mencionar, o também Daniel, do OsCunha, deixou mais algumas dicas de fontes de estudo e simulações da prova de compreensão oral.

E por fim, como já citei algumas vezes, tenho utilizado fortemente também o material do TCF disponível no site da TV5.

--

Sabendo disto, entrei em contato com a AF de Brasília para ter maiores datalhes sobre a prova, e é importante sabermos que:
  • A prova do dia 5 de Março de 2012 começará às 9 da manhã (horário para aqueles que irão realizar a prova em Brasília - confirme o horário caso vá fazer em outra filial!);
  • Os candidatos deverão estar presentes no mínimo 15 minutos antes da prova para verificação de documentos;
  • Sugere-se levar não somente CNH, mas também RG originais;
  • A prova de compreensão oral é a primeira a ser realizada. Baseada em uma gravação sem pausa e sem repetições, esta é composta por 30 questões, e tem a duração média de 30 minutos. Cada questão possui respostas de A à D, se perder ou não souber alguma questão, arrisque. Você não perderá ponto. Vale citar também que as respostas deverão ser marcadas diretamente em gabarito, pois não há tempo adicional para passar respostas do caderno de questões para o gabarito ao fim da prova;
    • As questões aqui, ao meu ver, parecem ser bem tranquilas, mesmo em níveis mais altos. Digo isto com base nas simulações que tenho feito.
    • Há questões onde você deve relacionar a imagem ao que está sendo dito. Há questões onde haverá um audio preliminar, e outro para relacionar as respostas. Há questões onde haverá um audio preliminar, e informações escritas nas alternativas de A à D para relacionar a resposta ao audio. Sugiro realizar, ao mínimo, o simulado do material do TCF disponível no site da TV5 para se ter uma melhor noção do que estou a dizer.
  • A prova de expressão oral é a segunda e última a ser realizada (somente para aqueles que farão o TCFQ, e não o TCF), porém não é exatamente realizada imediatamente após o termino da primeira avaliação. Os candidados (do TCFQ e TCF) serão solicitados em ordem alfabética para realizar a prova. Sendo assim, poderá haver um período de espera entre o período do fim da compreensão oral (em torno de 9:30 da manhã) até o horário máximo de aplicação da prova (meio dia).
    • No caso da expressão oral, a prova se limita apenas na realização de 1 pergunta por nível de proficiência, ou seja, 1 pergunta para o nível A1, 1 pergunta para o nível A2, 1 pergunta para o nível B1, e assim sucessivamente. Claro, os níveis da pergunta, e a expectativa de desenvolvimento e completude da resposta deverão ser, a cada nível, mais aprimoradas e complexas (sugiro fortemente verificar o post do Daniel, do Érable Carioca neste caso). Assim que o examinador indentificar que não é possível dar sequência no exame por falta de compreensão do candidato ou por baixo nível de detalhe da resposta, este irá finalizar o teste oral.
 E bom, creio ser tudo!

Desejo sucesso à todos, e foquem-se até lá!

Abraços.

Mais dicas para o TCF: TCFQ: 7 Dicas e Informações úteis

9 de fevereiro de 2012

Reportagem que Preocupa

Olá pessoal!

Há pouco li um artigo da família Schultz, que referencia um outro artigo do jornal Argent sobre uma pesquisa realizada nas principais provincias. Esta pesquisa visava entender um pouco sobre à quantas anda a economia de cada uma destas províncias, e como seus habitantes vêem isto.

Em resumo geral, o Québec está bastante atrás das demais províncias, ainda não é a última, mas a tendência já garante o último lugar para os quebecois. Isto quer dizer, também de forma bem simples, que o Québec está em rumo de ser a província mais pobre do Canadá.

Entre alguns pontos, estão:
  • Os quebecois trabalham menos horas que o restante do Canadá;
  • Possuem menor formação acadêmica;
  • Por consequência, geram menos renda que os demais canadenses;
  • Se aposentam mais cedo;
  • A taxa de desemprego também é elevada.
Mesmo restando ainda muito tempo até irmos em definitivo, isto é uma notícia que preocupa até mesmo aqueles que ainda estão com o projeto de emigração em curto e longo prazos.

Alguns brasileiros, como a própria família Schultz já cogitam deixar o Québec, e passar para a parte inglesa.


Vocês tem acompanhado essa realidade? É uma preocupação desnecessária, ou a coisa tá feia mesmo? Tenho visto inclusive muitos brasileiros mencionando que a situação está muito melhor no Brasil, que no Québec. Estão sabendo de algo neste sentido?

3 de fevereiro de 2012

13 dias após: IELTS Results

Olá pessoal!

Exatos 13 dias após a aplicação do IELTS, os resultados sairam, e...

Tive o resultado no qual eu já esperava para o processo: Moderate.

Os resultados, exatamente, foram:

Listening:    6.0 (Moderate)
Reading:    7.0 (High)
Writing:    6.0 (Moderate)
Speaking:    6.0 (Moderate)
Overall Band:    6.5 (Moderate)

Como anteriormente citei, não fui muito com a cara dessa prova. Muita gente com muito menos inglês, mas com um bom preparatório na prova, conquista facilmente um High. Lógico que não quero enaltecer meu nível de inglês, preciso melhorá-lo muito ainda, mas o que importa é que a nota que eu precisava saiu!

Com este resultado, conquisto 4 pontos de 6, segundo o item "3.3.4.2 Critère 4.2 : Anglais" do "Guide Des Procédures D’Immigration". Poderia até buscar fazer uma nova prova, e tentar um High, mas é um gasto muito alto para obter 2 pontos.

Para os que gostariam de saber, estudei para o IELTS sozinho, em 2 semanas, utilizando este e este materiais. Pouco mais de 1 mês antes disso, concluí um curso de inglês intensivo que comecei em Junho de 2011.

O foco e esforços máximos agora estão voltados para o francês.

Atualmente, já tenho feito 15 horas de francês por semana, e semana que vem, passarei para 20 horas. A Amanda também irá sair de 10 para 15 horas na semana que vem.

Temos escutado podcasts em francês (da França e do Québec) no carro todos os dias, lido muitos textos em francês, além das horas de estudo nos cursos e aulas particulares.

Estamos confiantes de obter, pelo menos, a nota mínima exigida para o nosso dossiê: A2 para ambos. De toda forma, todo este nosso esforço está voltado para a conquista do B1. Se conseguirmos o A2, provavelmente ainda iremos para entrevista. Se conseguirmos B1, provavelmente receberemos o CSQ em casa.

Em exato 1 mês faremos o TCFQ, e após isto, aja coração até o resultado das provas sairem 15 dias depois.

Fevereiro é o mês derradeiro para o francês, espero que Março seja o mês do alívio, e do tão esperado débito no cartão!

Vamos conquistar este objetivo?! A todo custo, SIM!

Abraços!

31 de janeiro de 2012

Todos temos dias ruins...

De antemão, desculpe por este post desabafo!

Estou CANSADO de aprender Francês!
Estou CANSADO de não poder aplicar logo pra esse processo!
Estou PUTO (com o perdão da palavra...) por estar exausto mentalmente para fazer qualquer coisa!
Estou numa MEGA chatisse na qual odeio estar.
Estou num momento PÉSSIMO no trabalho, apesar de muitos verem de outra forma.
Estou SÓ reclamações...

Eu sei que é chato abrir o jogo para quem não tem nada haver, e ainda mais no blog, mas tá complicado!

Parece que mesmo com todo o esforço, o negócio não quer acontecer. Sempre exijo demais de mim mesmo pra conquistar meus objetivos, e tem sido um momento TENSO durante os últimos meses, tudo em prol deste projeto.

É o aprendizado das línguas que parece não evoluir, mesmo de milhões de horas de aula (ok, exagero... mas muitas...). É o trabalho que não me motiva mais. São pessoas que não entendem meu momento de limitação, em todos os sentidos. São pessoas que só tentam me por pra baixo.

Não, não estou a reclamar da oportunidade de emigrar. Nem estou dizendo que toda essa jornada foi fácil pra alguém, mas que dá vontade de descer, dá! Estou numa pilha de nervos, uma situação que nunca me vi antes, e estou buscando ao máximo continuar no caminho, sem desvios.

--

OK, saindo do modo PILHA DE NERVOS...

Mesmo com essas limitações, cansaço e stress, vamos em frente...

Este mês, vou em busca a todo custo desse B1, pra tirar logo o TCFQ. O IELTS ainda não divulgou os resultados, creio que somente nessa sexta feira. Tirando a nota mínima necessária para a pontuação que vislumbrei (Moderate), não o farei novamente. São poucos pontos para se lutar desesperadamente como estou fazendo com o francês.

Se não rolar o B1, enfim... Não queria enviar o dossiê com A2, mas já estou no limite da espera para entrar nesse processo. Com o A2, fico com 1 ponto a mais que o mínimo necessário. Não dá mais para simplesmente acordar todo dia, com a idéia de que ainda vai levar algo entorno de 2 anos APÓS o dia que eu enviar a documentação, para poder seguir minha vida em frente. Afinal, já são 2 anos lutando por isso!

Desculpem mesmo aqueles que eu sempre acompanhei de perto, amigos blogueiros ou não e pessoas que nos apoiam. Gostaria muito de estar em contato com todos, mas no momento, não consigo. :(

Vamos à Fevereiro então... O derradeiro!

Até mais!

22 de janeiro de 2012

OK... IELTS realizado

Olá pessoal!

Bom, como alguns já sabem, realizamos o Speaking Test do IELTS na sexta-feira, e as demais avaliações no sábado.

O que posso dizer da prova é: CHATA, CANSATIVA, e de certa forma, INEFICAZ na parta de escuta.

Desculpe, vamos devagar então...

Antes de qualquer coisa, não darei um relato sobre como a prova é estruturada, e tudo mais, pois nossos amigos imigrantes da blogosfera já deram muitos relatos muito bacanas sobre isso.

Fiz um Speaking Test com o sentimento de "poderia ter feito melhor". De toda forma, espero aqui ter tirado nota suficiente para um High.

O Listening Test, eu parecia estudante de língua estrangeira no primeiro dia de aula, escutando uma entrevista em russo. Não que minha escuta esteja tão ruim assim, mas é aqui que entra o meu comentário sobre o IELTS ser, de certa forma, ineficaz.

Não sei qual o sentimento dos amigos blogueiros que fizeram a prova, mas nesta avaliação de Listening Test pelo menos eu achei SUPER bagunçado. Aqui você é avaliado sobre o quanto você sabe fazer a prova, e não sobre o quanto saber compreender o que foi dito. Você recebe uma lista de questões, recebe 1/5 do tempo necessário para ler as questões (mesmo somente passando o olho), e o listening das questões começa.

A idéia é pegar palavras soltas no meio da conversa, e completar os campos em branco. Você pode compreender todo o listening, saber explicar tudo o que aconteceu, inclusive dar detalhes sobre a conversa, mas não possui tempo o suficiente pra saber o que você precisa ao certo estar atento para inserir nas lacunas. Enfim, esta prova com certeza fui muito abaixo do que acredito saber da língua.

No Writing e Reading Tests eu acho que me saí bem. Utilizei bastante estruturas, idioms, variações de tempo no Writing, o que me rendeu o preenchimento das 4 páginas de escrita da prova. Observação aqui: Somente escrevi tanto, pois minha letra é enorme, e acabaria dando menos palavras do que o necessário os textos de 150 e 250 palavras, e por isso, eu seria penalizado. Escreva somente o necessário, ou poderá cometer mais erros por ter escrito mais!

No Reading, creio também tirar uma nota bacana, pois os textos estavam bem tranquilos. Fiz exatamente o que todos dizem pra fazer: parti direto para as questões, verifiquei o que se esperava obter de informação, voltei no texto, dei uma escaneada, achei a informação, li com atenção o trecho necessário, e informei a resposta correta. Acabou me sobrando ainda 10 minutos após terminar a prova, o que me serviu pra revisar algumas questões que tive certa dúvida, mas isso normalmente não é comum nas provas do IELTS. Pelo menos os relatos que tenho visto, o pessoal utiliza o tempo dado pra prova, sem dar tempo de revisar. Para aqueles que ainda vão fazer, não tome o meu caso como um exemplo.

Bom, fiquei chateado por causa do Listening, assim como uma boa parte do pessoal que realiza o exame. Espero, sinceramente, não ter que fazer outra prova somente por conta do Listening. Um Moderate já me garante a possibilidade de entrar no processo, e isso é tudo o que eu quero agora.

Agora é voltar todo o foco possível para o Francês, e o TCFQ. Para este, teremos maior tempo para nos prepararmos. Eu gostaria muito de conseguir um B1 neste exame, mas creio que acabarei por ficar no A2.

Enfim, vou parar de ficar tentando descobrir o futuro, e vou esperar pelos resultados, não é mesmo?

Obrigado pela torcida de todos para o IELTS, e torçam novamente para que consigamos um bom resultado no TCFQ!

Um abraço!

20 de janeiro de 2012

[OFF-TOPIC] Novo visual do blog

Passando rapidinho apenas para falar da atualização do visual do blog.

Anteriormente comentei que as páginas do blog estavam tendo problema ao exibir as informações de forma correta em tela, e isso impedia alguns leitores de ler nossas postagens.

Fiquei certo período com tempo curto para atualizá-lo, mas aqui está.

Uma atualização simples, apesar disto, espero que gostem!

4 hours left to IELTS (Interview)...

17 de janeiro de 2012

Passos tomados rumo as provas de proficiência

É isso meu povo!

Inscrições realizadas para o IELTS e TCFQ!

Já estamos aproveitando aquele cupom de desconto no curso intensivo na Cultura Francesa. O curso, para mim, tem sido mais uma revisão, pois não haveria turma fechada para o meu nível, e acabei por optar ficar em um nível inferior. Foi uma escolha acertada, pois assim, retomo algumas regras da língua antes esquecidas.

Além disto, estamos estudando fortemente para o IELTS utilizando os materiais do site IELTS Exam. A prova será aplicada no fim desta semana 

Estou aprendendo os macetes da prova, e tentando melhorar um pouco os pontos nos quais notei que terei problemas na vera. Até então, notei certa dificuldade para pegar nuâncias dos testes de leitura mais complexos. Infelizmente, tenho treinado a escuta somente escutando todos os dias podcasts nos quais geralmente escuto. A fala, também treinei pouco, com a Amanda.

A única coisa estranha é que a prova era oficialmente no dia 21, mas a prova de expressão oral foi antecipada para o dia 20 no meio da tarde. E eu, não faço nada da vida, né? rs..

No sábado, as outras três etapas da prova terão continuidade a partir das 13 horas.

O TCFQ será somente em Março (dia 5), e até lá, espero concluir este intensivo, e ainda pegar 1 mês de aulas particulares, também intensivas, pra ver se consigo obter pelo menos o B1 como resultado. Estou inseguro quanto a isto, mas estou na busca e nos esforços para conseguí-lo!

Wish me luck, et après, une bonne chance à nouveau! :-)

Abraços!

12 de janeiro de 2012

Viagem à Montréal: Usados

Mais um post sobre algumas percepções de nossa viagem à Montréal, hoje falando sobre Oportunidades.

Aqui é um ponto no qual me deixou bastante chateado com a atitude de alguns imigrantes. Não estou aqui para julgar ninguém, mas depois de ver o que vi, e que falarei hoje, entendo que os imigrantes podem chegar com o mínimo para se viver e não ter grandes problemas.

Quer ver porque?

Village des Valeurs
Já ouviu falar desta loja? Não? É uma loja basicamente de roupas, e ao mesmo tempo um centro de doações comunitário. Claro, tudo que é vendido nela é usado, mas nem tudo é usado como se vê no Brasil.

Nela, é possível encontrar os mais tipos e variações de roupas, mas também alguns aparatos para casa. Aqui, um homem que trabalha de terno e gravata, faz a festa, e mulheres também, com certeza. Ótimo local para imigrantes comprar ternos, blusas sociais e gravatas, por um preço que chega a ser engraçado de tão baixo. Imagine comprar um terno Armani por 15 dólares? Não, ele não possui qualquer sinal de uso, é praticamente novo como em uma loja da Armani. Imagine comprar 3 gravatas impecáveis por 5 dólares?

Até mesmo durante o inverno, você não precisa gastar rios e rios de dinheiro em casacos ultra potentes. Vá na Village des Valeurs, e encontre barganhas incríveis. De sobretudo a casacos de mais de 8 kilos, tudo à 10-25 dólares. Perfeito estado, pronto para uso.

Claro, nem tudo está novinho em folha, mas basta dar uma boa garimpada para encontrar oportunidades incríveis para enxer o armário nos primeiros meses de Canadá, sem gastar uma fortuna, que é algo que todos nós evitamos. Não é mesmo?

Aos que não gostam de coisas usadas. Abra sua mente, e faça uma visita à esta loja, e verá que não vai se arrepender.

Eletrônicos em geral
Que eletrônicos no Canadá é muito mais barato que no Brasil, isso é fácil saber. De toda forma, é possível conseguir estes eletrônicos ainda mais baratos, aproveitando pequenas facilidades das lojas.

Lembra-se que todas as lojas no Canadá dão o direito de devolução completa do dinheiro caso você não goste do produto por até 30 dias? Pois bem. E pra onde vão esses produtos devolvidos? Pra estante de produtos usados!

Produtos com pouco mais de 1 semana de uso são comumente vendidos pela metade do preço, ou até com um desconto ainda maior.

O casal de amigos que citamos no post sobre Casas, comprou um conjunto de lavadora e secadora de roupas. Uma delas, foi uma mega compra. Devido a uma ralada na pintura do produto, eles conseguiram comprar uma das duas peças pela metade do preço. E são lavadora e secadora de uma qualidade que dificilmente se vê no Brasil, e claro, por uma barganha completa.

Pra quem está chegando, e quer mobilhar a casa, a pesquisa vale muito a pena. Comprar produtos de segunda mão, ou aparentemente danificados, pode ser uma grande vantagem, mas novamente, saiba pesquisar bem e com calma!

Mude seu ponto de vista
Há um preconceito enorme no Brasil quando falamos em comprar produtos usados. Até entendo por um lado este preconceito, pois a maioria destes produtos aqui, são precários. Por outro lado, grande parte deste preconceito vem da questão do status. Não se pode comprar algo usado, pois isso fere o status e o orgulho das pessoas.

Infelizmente, pessoas assim, vão ter problemas no Canadá se não imigrarem cheias da grana.

É necessário mudar eu ponto de vista, saber aceitar que você precisará diminuir seu padrão de vida para ter qualidade de vida. Inclusive, há um ótimo post que fala sobre isso, e recomendo leitura!

Oportunidades há aos montes no Canadá, mas saiba descer de cima do pedestal, e ser humilde. :)

--

Mudei um pouco de assunto ao final deste post, pois é necessário que fique claro isto para aqueles que buscam por conforto e padrão de vida no Canadá.

Dadas as dicas, e minha opinião, deixo um abraço, e um até apróxima!

10 de janeiro de 2012

Viagem à Montréal: Casas

Olá pessoal!

Dando continuidade posts sobre a viagem, hoje irei falar sobre as Casas de Montréal.

Durante a viagem, tivemos o previlégio de visitar um casal de amigos que conhecemos ainda em Brasília, nos encontros de emigrantes que ocorrem, e pudemos ter um pouco de noção sobre como é o padrão de casas canadense.

Condos? Studios? O que é isso?

A casa deles, em específico, é um Condo, que nada mais é que uma casa ligada na outra. Assim, você divide parece com um vizinho.

No caso deles, a casa era de segundo andar, no primeiro andar mora o dono do Condo. Vale observar que, quem mora no térreo (primeiro andar), possui ainda um subsolo na casa, ou seja, é quase como morar em uma casa de dois andares, podendo separar a área de serviço no subsolo, e áreas de lazer e estar no térreo.

Comparações

Pessoalmente, eu achei a casa deste casal de amigos enorme! Possui 3 quartos, sala ampla, cozinha ampla e banheiro razoavelmente amplo. É uma casa fora do centro, porém a 3 minutos do metrô, e o ônibus passa quase que em frente de casa.
Por ser fora do centro, é mais barata. Não vou citar valores, pois não pedi permissão a eles pra informar tanto! Mas em uma comparação simples, é possível pagar 700-800 dólares em um Condo fora do centro, com 2 quartos, bastante amplo. Enquanto pelo mesmo valor, é possível alugar um Studio, com um quarto, que pode ser considerado algo um pouco maior que as kitnetes do Brasil, no centro de Montréal. É tudo uma questão de necessidade, e as vezes, pura escolha.

Dificuldades

A grande dificuldade em ambos os casos é para aqueles que possuem carro. Nenhum dos exemplos você possuirá uma vaga de estacionamento dentro do prédio/casa, e você terá que estacionar nas ruas próximas a sua casa. O ruim disto é que, dependendo da época, é proibido estacionar em dados locais, ou até mesmo proibido estacionar em determinados horários (no caso do inverno, para remoção da neve), o que pode ser um pouco incômodo e trabalhoso ter carro.

Além disto, alguns de nós estamos cansados de saber (ou ler em blogs) que as casas de lá não possuem, por exemplo, ralos nos banheiros, ralos na cozinha, tanque para lavar roupa, etc. Nos mercados, também não se vende pano de chão, sendo necessário importar do Brasil, rs.. Brincadeiras a parte, de fato não há panos de chão, e temos que nos adequar a maneira de vida em uma casa fora dos moldes brasileiros. O negócio é aprender a lidar com o esfregão, utilizar meios de limpeza seca, e os produtos mega-ultra-fortes de limpeza. Tudo uma questão de readequação.

Coisas engraçadas
Não é padrão das casas canadenses possuir bocais para lâmpadas no teto. Geralmente, conta-se com um abajour nos cantos dos cômodos, e em algumas vezes, na parede dos cômodos. Nada de iluminação uniforme. rs..

Há ainda a questão das paredes de papel. Achei exageiro ler tanto sobre isso, mas é pura verdade. As paredes da casa são, basicamente, uma mistura de papel com gesso, e em alguns casos, madeira e isopor. Tudo visando isolamento térmico no inverno. Claro, é tudo altamente inflamável, e por isso, todos os cantos da casa possui um dispositivo de alarme para incêndios. A parede é, apesar de tudo, resistente para segurar até mesmo uma TV grande com suportes de ferro, porém maleáveis o bastante para enfiar um cabo de vassoura dentro da parede, caso você esbarre nela com um pouco mais de força. rs.. Isso é verídico, e aconteceu com esse nosso casal de amigos. rs..

--
Bom, acho que falei bastante!

Espero que este post dê pra mostrar um pouco sobre o que é a casa canadense, e as principais diferenças entre a moradia brasileira e a dos iglus. :)

Abraços, e até a próxima.

6 de janeiro de 2012

O Brasileiro e seu PADRÃO de Vida

Olá pessoal!

Escrevi um artigo sobre a visão brasileira sobre Padrão de Vida, e gostaria de compartilhar um pouquinho disto com vocês.

A verdade é que no Brasil, temos facilidades até demais, o que nos leva ao conformismo e falsa segurança. E claro, isto gera muitos outros efeitos colaterais, nos quais nos acostumamos em conviver, e acabamos assumindo uma vida muito diferente daquela que buscavamos, tudo em busca do sonhado "Padrão de Vida".

Acabamos por dar mais importância ao dinheiro, do que qualquer outra coisa, e as vezes, nem é exatamente isso que sonhavamos em ter.

Bom, não vou muito longe hoje, apenas deixo o link abaixo para o artigo completo, caso queiram realizar toda a leitura sobre este assunto.


Um abraço, e até a próxima!

5 de janeiro de 2012

E dalhe dinheiro...

As mudanças do processo não pararam somente nas provas de proficiência em Francês e Inglês.

Para os que ainda não acompanharam, mudanças vieram também para as taxas de entrada no processo, e também para as documentações enviadas para a parte federal do processo, que agora deverá ter tradução juramentada.

O que me assusta é ver gente gastando até 7 mil reais para traduzir a documentação, sem contar com os valores que já gastamos comumente quando buscamos a emigração, como cursos de línguas (nada baratos), sedex pra lá e pra cá, passagens aéreas, e dalhe dinheiro...

O Wellington, do blog Well & Suzel, citou algo interessante. Será que o processo de imigração está fechando as portas para aqueles que possuem um poder aquisitivo menor? Afinal, não é brincadeira gastar por volta de 20 mil reais, ou mais, desde quando se tem a idéia de imigrar, até os vistos. Isto sem contar com o pé de meia que devemos ter para nos manter nos primeiros meses de Canadá, sem trabalho.

A imigração, de fato, está se tornando algo caro e mais dispendioso. Será que há um motivo por trás disso, exceto "cortes de gastos" para a imigração canadense?

Vai saber... O jeito é correr contra o tempo, antes que nos tirem mais dinheiro! :(

Abraços!

4 de janeiro de 2012

Próximas datas TCFQ e IELTS - Brasília

Olá pessoal!

Como combinado, voltei apenas para alertá-los das datas para realização dos exames TCFQ, para francês, e IELTS, para inglês, em Brasília.

O TCFQ terá suas inscrições abertas entre os dias 16 e 26 de Janeiro, e a prova será realizada no dia 5 de Março. As inscrições e a prova devem ser realizadas na Aliança Francesa da Asa Sul. O horário de realização da prova será pela manhã, a ser confirmado com exatidão no momento da inscrição.

Já o IELTS, a prova será mais encima da hora. As inscrições já estão abertas, e permanecerão até o dia 11 de Janeiro. A prova deverá ser realizada no dia 21 de Janeiro, na Cultura Inglesa da Asa Sul. O horário de realização ainda não confirmado.

Lembrando que estas provas são as mais próximas disponíveis para realização, porém há outras posteriores, com outras datas de inscrição e realização.

Não sei quanto tempo leva para o resultado de ambas as provas para estarem prontos, e também não sei se eles chegam por Correios, ou se chegam pelas instituições que aplicam os testes. Isto eu irei verificar, e trago esta informação pra vocês.

Para preparação do IELTS, estamos utilizando o IELTS Exams, que até então tem se mostrado bem bacana., simulando bem o que o pessoal tem dado como relato sobre a prova Ainda não verifiquei se ele possui algum exercício de escuta. Se não houver, pesquiso outra fonte de estudo, e volto a indicar por aqui.
Quanto ao TCFQ, a RFI e a TV5 possuem alguns simulados e exercícios para se preparar para o TCF. Como precisamos fazer somente a Compreensão Oral e Expressão Oral, não é necessário estudar todos os exercícios, somente o necessário.

No mais, faremos estes dois testes, e fica a dica para todos aqueles que também precisam fazê-los para, enfim, dar início ao processo.

Sucesso à todos!

3 de janeiro de 2012

E 2011, como foi?


Ano passado fiz um post como este, e esse ano volto a relatar alguns de nossos passos para o ano que passou, rumo a emigração.

Esse ano pode ser facilmente descrito por uma palavra: PESADO!

Se em 2010 conquistamos muito pessoalmente e profissionalmente, pensando em nossa emigração, 2011 foi o ano no qual nunca conquistamos tanto, e também nunca ralamos tanto!

O francês continuou firme e forte no primeiro semestre do ano, dando uma esfriada, no segundo semestre por não encontrar uma escola bacana para estudar a língua. Já o inglês, foi o inverso, onde no primeiro semestre quase não foquei nele, mas no segundo, pude concluir um curso intensivo no qual fiquei muito contente de realizar, pois aprimorei monstruosamente nesta língua.

Terminei minha pós-graduação, ralei pra danar no trabalho, me possibilitando juntar mais um pézinho de meia rumo ao Canadá. Ralei, ralei, ralei!

Aproveitamos sensacionais 16 dias em Montréal no fim do ano, o que nos gerou a completa certeza de ir embora de vez, e certa repulsa por situações cotidianas nas quais vivemos por aqui, ainda no Brasil.

A Amanda, caminha rumo à estabilidade dada para servidores públicos, e também transferiu-se para uma universidade federal, o que possibilita a ela um melhor reconhecimento no Canadá, e também a possibilidade de transferir o último ano de curso para estudar por lá. Quem mandou eu não ser nerd e tirar só notão, que nem ela?

Ela seguiu, também, forte no francês até o fim do ano, e até compreendeu mais do que eu os quebecas na viagem a Montréal. O inglês infelizmente ficou parado, mas estou pegando no pé dela e fazendo ela estudar durante janeiro, para que possamos aplicar para o IELTS no dia 21/1.

Além disto, conquistamos muitas metas nas quais achávamos que não seriamos capazes devido a extrema carga de cansaço e estress na qual estavamos.

Repito tanto essa questão do cansaço, pois gente, não é fácil MESMO! Cursos de duas línguas todos os dias, trabalho o dia todo, e 4 horas de sono, é de matar qualquer cidadão, e deixar qualquer um em uma pilha extrema de nervos. Vontade de desistir é o que não falta, mas a vontade de conquistar este sonho, é ainda maior!

Hoje sabemos claramente que tudo isso valerá a pena, com toda a certeza!

2012 será o que 2011 foi para nosso casal de amigos, Lídia e Rafael. Um ano de incertezas, e desafios, mas que estaremos de pé, prontos para enfrentar todos os percalços necessários para chegarmos onde desejamos. E este ano, vamos até o fim para por a mão neste bendito CSQ, com ou sem entrevista! rs..

Um abraço à todos!

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.