26 de novembro de 2011

Afinal, TOEIC

Olá à todos!

Hoje irei dar meu relato sobre a prova do TOEIC, e toda a história por trás para eu vir a fazer esta prova.

Para quem não conhece, o TOEIC é um certificado de proficiência na língua inglesa, um pouco mais focado para a área profissional, ou seja, bem utilizado por empresas para avaliar o nível de inglês.

Até então, eu não tinha qualquer pretensão de fazer alguma prova para proficiência do inglês ou francês. Optei por gastar somente com o necessário, e se o BIQ solicitar, eu faria as aprovas. Foi aí então que, recebi uma cartinha no meu curso intensivo de inglês dizendo que os alunos de algumas turmas e livros iriam ganhar (de graça) a realização do TOEIC.

Bom, sendo assim, até injeção na testa, não é mesmo?

Ontem foi o dia do teste, o qual demorou algo entorno de 2 horas e 30 para sua completa realização.

Não sei se há uma outra versão da prova, mas a que eu fiz foi a prova baseada em papel (Paper Based Test). Para esta, temos as seguintes regras:

  • Não é permitida utilização de caneta
  • É permitida a utilização de lápis (nº 2), borracha e apontador para a realização de toda prova (inclusive para assinaturas, e preenchimento de cartão de respostas
  • O tempo para realização é de 45 minutos para o teste de compreensão oral (escuta), composto de 100 questões
  • O tempo para realização é de 75 minutos para o teste de compreensão escrita e gramática (escrita, porém todas são opções objetivas), também composto por 100 questões
  • O aplicante deve levar uma cópia da identidade, ou documento de identificação com foto
  • A prova não aprova nem reprova, apenas mede nível de proficiência. A nota final poderá estar entre 20 e 990 pontos
Minha impressão

Bom, acho que é padrão de qualquer teste de proficiência, de qualquer língua, ser burocrático.

Logo no início da prova, é necessário preencher uma folha imensa, cheia de números e letras, semelhante à um gabarito de concurso, com seus dados pessoais, local da realização da prova, país, etc. Há ainda uma folha separada na qual devemos preencher informações mais completas sobre nosso endereço residencial, telefone, email, etc. Para concluir esta primeira etapa da prova, levam-se 30-40 minutos.

Após isto, o professor aplicante da prova dá as instruções para início da prova de compreensão oral (escuta), e ela inicia-se.

Eu não me preparei, de fato, para a prova, mas como estou a realizar um curso intensivo de inglês (aulas todos os dias por todo o semestre), então não senti grandes dificuldades em realizá-lo. Apenas algumas pequenas dúvidas em algumas situações.

Prova de compreensão oral (escuta)

Todas as instruções da prova são dadas pela gravação do CD. Tudo, até mesmo o momento de passar a página é solicitado pela gravação. Todas as questões não possuem repetição, ou seja, fala-se uma vez apenas, e segue para a próxima em questão de 4-5 segundos.

Não há tempo para utilização do caderno de respostas para marcação. Você deve olhar a resposta no caderno de respostas, e marcar diretamente no gabarito a opção correta, ou então você irá perder a prova, pois não há tempo.

A prova inicia-se em um nível simples de compreensão, e sobe até um nível mais avançado de situações, tais como:
  • 1ª parte: escutar opções sobre o que está sendo feito, e marcar a opção correta de acordo com a figura no caderno de respostas
  • 2ª parte: escutar uma pergunta, e dar a resposta mais adequada nas opções do caderno de respostas
  • 3ª parte: escutar parte de um diálogo, e marcar a continuação do diálogo mais correta no caderno de respostas
  • 4ª parte: escutar um monólogo, e marcar o detalhe mais adequado sobre o que foi dito no caderno de respostas
Dos que eu me lembre, são somente estas 4 partes, mas é bom pesquisar com calma.

Dicas de ouro aqui: 
  • Se conseguir, tente adiantar a leitura das questões antes mesmo de ouví-las. Em alguns casos é possível, ainda, escutar a ir lendo ao mesmo tempo para marcar as opções corretas. Assim você não perde detalhes importantes da questão. Mas cuidado para não se perder assim.
  • Não dê atenção somente à situação e ambiente como um todo da escuta. Valorize também os pequenos itens da escuta, tais como: tipo de comida sendo consumida pelos locutores, horários dos eventos fictícios das gravações, dias, números em geral, e minúcias da conversa, pois muitas das questões perguntam coisas muito incisivas na escuta
Prova de Compreensão escrita e gramática

Após realizada a prova de compreensão oral, dá-se 3-10 minutos de pausa para tomar água e ir no banheiro, para em seguida, retomar a prova. São novamente 100 questões ao todo para esta prova.

As instruções são dadas pelo professor. No quadro da sala são inseridos os números 75, 60, 45, 30, 15, e 5 que significam o decorrer em minutos da prova. O professor vai eliminando de forma decrescente, cada um destes números no quadro. No último (5 minutos), ele diz em voz alta, e também quando há somente 1 minuto para finalizar.

Como na prova de compreensão oral, as questões seguem um padrão de básico para avançado no decorrer das questões. Aqui também sugere-se marcar as respostas diretamente no gabarito, para não passar pro apuros.

Não lembro exatamente como está a divisão por partes, mas o que posso dizer é:
  • As primeiras 50 questões, são todas de correlação de idéias, vocabulário e gramática. Muito tranquilas na minha opinião.
  • Não se deixe levar pelo nível tranquilo e a possível rapidez em responder as primeiras 50 questões. Eu levei algo entorno de 15-25 minutos para finalizar estas primeiras 50 questões, e estava animado, pois provavelmente teria tempo para revisar algumas coisas até que cheguei na segunda metade da prova.
  • A segunda metade da prova (outras 50 questões) são todas de leitura e textos. Iniciam-se por textos simples, de poucas linhas (1-3) até o último com muitas e muitas linhas (20-30).
Dicas de ouro aqui:
  • Faça a prova, desde o início, na velocidade mais alta que puder, não importa se a questão é simples ou complexa. Se não souber a resposta de alguma questão. Esqueça, marque qualquer coisa, pois você não terá qualquer decréscimo de nota, e siga em frente.
  • Nos primeiros textos, principalmente, é possível que você nem os leia completamente. Vá direto às questões relacionadas ao texto, verifique o que é pedido, volte para o texto, e faça uma leitura varrendo somente pelas respostas.
  • Nos textos mais complexos, utilize a mesma técnica acima para responder questões que pedem informações diretas, tais como números em geral, nome de pessoas, locais, etc. Para as demais questões mais complicadas dos textos grandes, o negócio é realizar uma leitura rápida, sem buscar muito por detalhes e minúcias.
Nesta prova, acabei perdendo as últimas 5 questões do último texto. Na verdade respondi com certa atenção 2 delas. Já as outras 3 eu marquei a que menos me parecia estranha no contexto geral (no último minuto de prova), e finalizei.

É isso (eu acho) :)

Creio que com estas informações, já da para ter uma noção de como é a prova e do que esperar para sua realização.

O resultado, normalmente, sai em 1 semana. Mas parece que está levando mais de 1 mês, devido a quantidade de pessoas realizando.

Tomara que saia à tempo de já inserir no dossiê até dia 23 de Dezembro, que é minha data limite que determinei para enviar a documentação.

Este artigo ficou longo, mas espero ter ajudado. :)

Abraços!

22 de novembro de 2011

Visto de Turismo: Dizer ou não dizer sobre a imigração?

Olá pessoal,
Hoje vou falar sobre uma pergunta na qual tenho recebido muito recorrentemente após ter tirado o visto de turismo:
"Devo informar ao consulado canadense que pretendo imigrar para Québec, e que farei uma viagem de reconhecimento?"
Bem... É louvável pensarmos de forma bastante sincera e honesta. Eu pensei em fazer isto, mas devemos considerar 2 situações.

Ainda não enviei meu dossiê, quero conhecer o Canadá primeiro

Há algo no qual o consulado canadense pede, até com mais rigor do que o consulado americano: comprovação de vínculos e provas de que você irá voltar e não irá permanecer como um imigrante legal no país. Por mais que você comprove, com todas as documentações do mundo, que você possui pretensões de voltar, o que afinal iria te segurar aqui se você informasse à eles que quer imigrar?

Há muitos casos de pessoas com vidas estáveis, e que metem as caras na imigração ilegal. Por que você não seria uma dessas pessoas?

É difícil argumentar com números, e mais difícil ainda comprovar sua boa fé neste caso.

Então, EU não diria que pretendo imigrar, mas sim que farei uma viagem à fins de turismo ou estudo (o que de fato será).

Já enviei meu dossiê, e estou com o processo de imigração aberto

Bom, neste caso, a decisão é bastante simples. Vale sim à pena informar que você quer realizar uma viagem para conhecer o país, e as cidades na qual pretende se instalar após a imigração.

Agora veja por este lado. Você já enviou uma documentação completa para imigração, seu processo já está aberto. Qual a necessidade de fazer a pequena grande besteira de se enfiar num problema de ilegalidade como imigrante?

Para os que não sabem, qualquer tentativa de imigração ilegal para o Canadá veta, para sempre, o direito de entrar com um processo de imigração, ou visto de qualquer que seja o tipo.

Você está disposto à perder este direito? Tenho certeza absoluta que não.

Sem me estender muito...

Espero que novamente compreendam e não me levem à mal. Não estou dizendo para mentir para o consulado, mas certos tipos de informações, por mais que tenhamos completa boa fé, não irão nos ajudar a obter o visto de turismo.
E por último, é importante dizer que tudo dito aqui é única e simplesmente minha opinião. Não trabalho no consulado, não conheço quem trabalhe, e não sei como é o processo de avaliação destas situações por eles. Aqui deixei apenas alguns pontos para refletir na sua tomada de decisão.

É isso por hoje.

Abraços, e até a próxima.

16 de novembro de 2011

Etapa 1205407 desta longa saga...

Olá, olá!

O blog não está jogado as traças, longe disto. O problema é que o tempo está cada vez mais curto, de fato!

Aulas de inglês perto de acabarem, aulas de francês à todo vapor, preparativos para a viagem de reconhecimento em Dezembro praticamente prontos, projeto pessoal em andamento, e agora "sofrendo quilos" para compor o dossiê.

Gente, não imaginava, de verdade, o quão trabalhoso seria para obter tudo o necessário para enviarmos as documentações! Até então, já vinha providenciando documentos nos quais eu sabia que seriam solicitados, pois já havia lido toda a documentação, DCS e todo o restante antes, mas sempre há um detalhe faltando.

Sei que não será possível reunirmos tudo o necessário até o dia da viagem (2 de dezembro), mas quero deixar o máximo pronto, ou encaminhado. O maior erro aqui foi esperar até aqui para correr atrás de tudo. Dicas e mais dicas da comunidade emigrante não faltaram, o que faltou foi vergonha na cara. : (

Agora é correr atrás do prejuízo, e acredito que conseguiremos chegar à data que queremos para envio dos documentos (23 de Dezembro). Teremos uma semana após retornar da viagem para trabalharmos e providenciarmos os documentos faltantes que não conseguimos solicitar antes.

Emails e mais emails, solicitações e mais solicitações já foram feitas para documentos. Algumas dessas solicitações estarão prontas, inclusive, durante nossa viagem.

Acredito que conseguiremos!

Gostaria apenas de compartilhar um pouquinho desta etapa de nossa saga com vocês, mesmo que ainda em poucos detalhes na qual gostaria na realidade de dar em minhas postagens.

A verdade é que, esta saga de emigrante não é fácil para ninguém. Na verdade, diria que é fácil para pouquíssimos casos. Os casos mais comuns, como os nossos, sofrem bastante para subir qualquer degrau desta longa escalada. Muito embora eu não esteja nem um pouco desmotivado para continuar subindo!

À todos que nos acompanham e torcem por nós, um sincero OBRIGADO!

Aos amigos de jornada, deixo apenas algumas palavras:
CONSEGUIREMOS, TODOS, SIM!

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.