31 de janeiro de 2012

Todos temos dias ruins...

De antemão, desculpe por este post desabafo!

Estou CANSADO de aprender Francês!
Estou CANSADO de não poder aplicar logo pra esse processo!
Estou PUTO (com o perdão da palavra...) por estar exausto mentalmente para fazer qualquer coisa!
Estou numa MEGA chatisse na qual odeio estar.
Estou num momento PÉSSIMO no trabalho, apesar de muitos verem de outra forma.
Estou SÓ reclamações...

Eu sei que é chato abrir o jogo para quem não tem nada haver, e ainda mais no blog, mas tá complicado!

Parece que mesmo com todo o esforço, o negócio não quer acontecer. Sempre exijo demais de mim mesmo pra conquistar meus objetivos, e tem sido um momento TENSO durante os últimos meses, tudo em prol deste projeto.

É o aprendizado das línguas que parece não evoluir, mesmo de milhões de horas de aula (ok, exagero... mas muitas...). É o trabalho que não me motiva mais. São pessoas que não entendem meu momento de limitação, em todos os sentidos. São pessoas que só tentam me por pra baixo.

Não, não estou a reclamar da oportunidade de emigrar. Nem estou dizendo que toda essa jornada foi fácil pra alguém, mas que dá vontade de descer, dá! Estou numa pilha de nervos, uma situação que nunca me vi antes, e estou buscando ao máximo continuar no caminho, sem desvios.

--

OK, saindo do modo PILHA DE NERVOS...

Mesmo com essas limitações, cansaço e stress, vamos em frente...

Este mês, vou em busca a todo custo desse B1, pra tirar logo o TCFQ. O IELTS ainda não divulgou os resultados, creio que somente nessa sexta feira. Tirando a nota mínima necessária para a pontuação que vislumbrei (Moderate), não o farei novamente. São poucos pontos para se lutar desesperadamente como estou fazendo com o francês.

Se não rolar o B1, enfim... Não queria enviar o dossiê com A2, mas já estou no limite da espera para entrar nesse processo. Com o A2, fico com 1 ponto a mais que o mínimo necessário. Não dá mais para simplesmente acordar todo dia, com a idéia de que ainda vai levar algo entorno de 2 anos APÓS o dia que eu enviar a documentação, para poder seguir minha vida em frente. Afinal, já são 2 anos lutando por isso!

Desculpem mesmo aqueles que eu sempre acompanhei de perto, amigos blogueiros ou não e pessoas que nos apoiam. Gostaria muito de estar em contato com todos, mas no momento, não consigo. :(

Vamos à Fevereiro então... O derradeiro!

Até mais!

9 comentários:

  1. Fica assim não, pelo menos vc está mais perto do sonho agora do que quando vc começou o blog... bjs

    ResponderExcluir
  2. Nossa!!Respire!! É muito tenso esse lance de imigração e todo esse processo eterno...Eu já estou chegando nos 13 meses do federal, e uns 17 desde o envio dos docs para o BIQ...
    Acredite, é desesperador deixar sua vida suspensa, pegar-se sofrendo pelo que deixará e pelo que ainda não chegou, sonhar e sonhar, ficar na expectativa, não ter notícias do seu processo por meses, blá blá blá...Mas, sempre me surpreendo com a lembrança de Pessoa de que "tudo vale a ena se a alma não é pequena" e de que se Deus permitiu que tudo caminhasse até aqui, e agora falta pouco, é para eu ter arrancar mais paciência dos cafundós da alma e aguardar mais um pouco.
    Espero que essas mudanças nos processos venham para o bem, e que agilizem o andamento dos pedidos. Muito boa sorte e forças!!!

    ResponderExcluir
  3. Cara, entendo perfeitamente o que você esta sentindo, talvez por eu estar passando por isso atualmente. Frances eu até parei de avançar na AF pq eu ja iria para B1 com coisa que nem no A1 eu aprendi direito, mas tudo pra ir rápido e aplicar, afinal de contas to com 35 anos, não posso mais esperar. E agora estou na fase da espera, pq ja enviei meu dossie mas ainda não tive a entrevista. Ai eu vejo a galera sendo convocada para a entrevista e nada pra mim... nem carta, nem email... sem saber se eu vou receber o CSQ pelo correio, ou se vou ter a entrevista. E vejo que depois do CSQ ainda terei por volta de 1 ano e meio a 2 anos de espera.

    Mas o que ainda me sustenta é a determinação. Não perca isso! Mantenha o foco mesmo que ele esteja bem longe e pareça inalcançavel! No fim isso vai parecer como algo "tranquilo" e que valeu a pena! Afinal de contas, quando é suado, é mais valioso!

    []´s

    Arnaldo.

    ResponderExcluir
  4. É Filipe, estou há 5 anos tentando, cheguei ao avançado de francês e intermediário de inglês, já passei pela entrevista e há 14 meses espero o meu combo e até agora nem sinal, estou extremamente exausta,continuar trabalhando está sendo penoso, meu aluguel venceu e eu preciso renovar, matriculei meu filho na escola, mas nem sei se ele vai cursar, estou com insônia e fumando mais que deveria, vou chegar no Canadá esgotada, haja forças, mas vamo que vamo, bola pra frente, não é fácil mesmo.

    ResponderExcluir
  5. Felipe: calma. Respire fundo.

    Eu sou especialista nesse negócio de ficar uma pilha de nervos. E não é só por causa do processo de imigração, não. Eu sempre fui do tipo de pessoa que, diante de um problema, uma hora ou outra vai ter um ataque de "pilhadenervice"...

    Então o que eu tenho a te dizer é: tente manter a calma E DE VEZ EM QUANDO, desvie o foco.

    Sim, de vez em quando desvie o foco. Pois você está se sobrecarregando demais, só pensa no processo e exige demais de si mesmo. Te entendo totalmente porque sou desse jeitinho.

    Mas não adianta, não tem ser humano que aguente essa pressão toda. Se você não relaxar um pouquinho você vai pirar!

    Tente "fingir" que o processo não é "nada demais". Tente pensar em outras coisas, tente relaxar e acredite: ficar nervoso não vai ajudar em nada. Além do mais, o que não tem remédio, remediado está. O processo nem vai demorar menos, nem vai sair correndo, então não se desespere.

    Eu sei que é fácil falar e que quando estamos nervosos nenhum conselho parece condizente com a realidade. Muitas vezes desabafamos e quando as pessoas tentam nos aconselhar ficamos é com raiva! Hehehe... É assim mesmo, normal.

    Pense que o que estava ao seu alcance você já fez, já se esforçou. Nós, os perfeccionistas, temos que encarar a idéia de que nem tudo na vida depende exclusivamente de nós. A maioria das coisas é fruto do nosso esforço, mas tem outras que, infelizmente, dependem de outros fatores.

    E ó, blog e amigos de blog estão aqui pra isso. Desabafe mesmo, é a melhor maneira de colocar pra fora e com certeza todos que te lêem vão te compreender, pois estamos todos no mesmo barco.

    Seja forte.

    Beijos,
    Lídia.

    ResponderExcluir
  6. Não é fácil manter o ânimo diante de tantas incertezas, com a vida aqui e a cabeça no Québec.
    Mas a ansiedae não ajuda em nada. Então, não temos o que fazer, senão tentar esperar com calma.
    Acho que com as novas regras, talvez o processo provincial se agilize, com menos entrevistas e mais CSQs via correio. Mas também não sei se a demora não é proposital, para dar uma segurada na quantidade de imigrantes, pois a espera do federal não se justifica.
    Eu acompanho uns blogs mexicanos e a parte provincial deles dura bem mais que a nossa. Acho que por ter mais gente interessada em imigrar.
    Tente relaxar um pouco, deixar esse processo um pouco de lado (só não dá para deixar o francês, já que o TCF-Q está chegando) e força! Força, pois tudo dará certo!
    À bientôt!

    ResponderExcluir
  7. Eu sei como é isso!!
    Não vou falar pra você relaxar pq sei que isso só estressa mais!

    Mas aqui entre nós... eu só me dei conta que tinha aprendido francês no dia que eu parei de me pressionar. De repente (foi de repente MESMO) eu me vi conversando fluentemente, sem precisar parar pra pensar.

    Eu parei de pensar nessa coisa de tempo... preciso de mais um ano pra dar entrada no processo depois de juntar com meu noivo, pq nem a união estável nós temos! Se for pensar no tempo, vou pirar!!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Tenho certeza que quase todos que passaram, ou ainda estão passando pelo processo de imigração já se sentiu ou se sente como você. Tem horas que dá vontade de jogar tudo para o ar e permanecer na "vidinha" que estamos, não é?! Estou na fase federal já enviei meus documentos e vai fazer 14 meses que estou aguardando um " sinal de fumaça" do consulado e ainda nada. Dá um desânimo enorme, as vezes fico 1 semana sem estudar ou pesquisar algo sobre Québec - Imigração. Mas paro e reflito onde eu gostaria de estar daqui há 5 anos e retorno ao meu objetivo. Permita-se a ficar desanimado, com raiva, cansado, mas não desista.
    Força e boa sorte.

    ResponderExcluir
  9. Falae, Filipe!

    Bom, tô lendo teus posts desde o fim de dezembro, que foi quando as atribulações na minha vida começaram. Imagino que agora você já deve estar melhor, mas, como todo mundo aí em cima, é perfeitamente compreensível essa sensação de incerteza e de insegurança. O que posso te dizer é que você deve continuar fazendo o que já está fazendo: estudando, trabalho, ralando pra fazer as coisas andarem. Não desiste não, soca a parede, se for o caso, mas não se deixa abater! Logo a gente tá lá!

    Abraço!
    Doug

    http://jornadaparaonorte.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigado por me acompanhar! :)

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.