20 de julho de 2010

Replanejamentos...

Bonsoir mes amis. (ó a evolução do garoto hehe)

Recebemos no post anterior um comentário que, sinceramente? Mecheu! De uma forma boa pra nós. A Alice citou que seria interessante se nós revíssemos nossos prazos e planejamentos, que originalmente era de emigrar em 6 anos, pois neste meio tempo (para não dizer imenso) podem ocorrer muitas mudanças no processo, e já estão ocorrendo. Por exemplo, profissionais da área de TI o qual o país está ficando saturado, e os processos já não visam tanto estes profissionais, tanto que no processo federal estes nem estão na listagem. Já a Amanda está, ela irá graduar-se em biologia, e a nova lista federal há profissões desta área.

De toda forma, aplicaremos pelo processo de Québec, e por enquanto, eles aceitam todos os profissionais (alguns são pré aprovados). O que era 6, virou 3 anos. (noooooooossa!) Nossa mesmo. Vimos que realmente não vale a pena ficarmos pelejando, tranquilos, "super" planejando o que vai ou não sei... Enfim, enxugando o tempo desnecessário e o dinheiro gasto neste período, chegamos à um novo prazo bem bacana.

Com isto, daremos início ao nosso processo em meados de Dezembro de 2011 e Março de 2012. Este período, mais o tempo de processo (estimamos uns 2 anos) será o suficiente para nos prepararmos financeiramente, profissionalmente, linguisticamente, e (esperamos que sim) psicologicamente.

Como a própria Alice diz, é perigoso seguir conselhos de blogueiros, mas neste caso foi necessário. Risos. Claro que não faremos nada "na louca", teremos ainda um bom replanejamento pela frente, e tudo que possível, postaremos aqui.

Aos que não sabem, estamos realmente bem no início de tudo isso citado acima, com pequenos avanços. Estaremos neste período focados em avançar bem a língua francesa e inglesa, deixar o currículo bem bacana, se privar de algumas coisinhas ($$$$$)... Enfim, quem já passou por isso sabe. Tenho certeza que valerá a pena todo o esforço agora.

Será que agora vai?! Torçam! :)

OBS: Tirei 57 de 60 na prova de sexta-feira. :)

6 comentários:

  1. Felipe, achei que foi uma decisão coerente, de fato 6 anos é muito tempo para um processo que provavelmente e bem possivelmente mudará (falo de quebec).

    Mas assim como nós tbm fique bem ligado em prazos. Por exemplo, depois da entrega do dossie, mais uns quatro a seis meses (sendo otimista) para entrevista e pedido de exames e passaportes. Depois dos exames mais um ano para imigrar.
    Pensei que o prazo vinha depois do visto do consulado, mas até onde eu sei se conta depois dos exames.


    Nossa! Não confundi não né?
    Bem, o que quero dizer é se ligue nos prazos e no tempo que terão para se desligarem oficialmente com o brasil ( cartoes, trabalho, diploma da faculdade...quanto tempo leva pra sair e a validação? Recomendo ainda no Brasil, Receita federal...)

    Mas uma vez estipulem prazos com uma certa folga para eventuais surpresas.

    ResponderExcluir
  2. Oi Filipe e Amanda,

    Caramba, não tinha a intenção de mexer tanto com o planejamento de vocês!!! Desculpem! :)

    Mas sinceramente gostei, acho mais realista.

    Nós começamos a pesquisar em 2006 e entramos com o processo em 2009. Achávamos que nesse tempo não teríamos juntado dinheiro suficiente, mas na real, quando a gente foca, é incrível como somos capazes de nos reinventar! :)

    A outra coisa é o tempo do processo. Acho que há uma confusão aqui. O processo Federal demora uns 2 anos (pelo que ouvi), mas o do Québec não é tão longo assim.

    Nós estamos com o processo demorando MUITO por causa do pedido de antecedentes criminais do Canadá, mesmo assim, começamos tudo em 30/07/09, não tem nem um ano ainda.

    Foram 3 meses e meio de processo até o CSQ e o resto é na parte Federal. :)

    Agora, depois que vocês receberem o visto, podem esperar até 1 ano pra irem, ou seja, dá pra se organizarem legal até irem!

    Outro aspecto do processo pelo Québec é que mesmo que vocês "percam pontos" pela profissão, podem "ganhar" em outros aspectos, como conhecimendo de inglês e francês, especialização... Nós ficamos preocupados porque o Gato tem mais de 35 anos, e "compensamos" indo pra Montréal estudar francês. ;)

    O importante mesmo é estarem preparados pra começarem a vida lá, plenamente, como iniciantes quebecoises, dispostos a crescerem profissionalmente, etc. Diferente de alguns emigrantes que só se preparam pra passar na entrevista...hehehehe

    Beijinhos, boa sorte,
    Alice

    obs.: Pode rir do meu dramalhão, fico feliz em saber que quando estou insuportável consigo ser engraçada pra alguém! *rindo muito*

    ResponderExcluir
  3. Oi Filipe,

    Na verdade, estudar em Montréal não foi um diferencial de pontos, mas ter ido lá foi, com certeza.

    Além das semanas em Montréal estudando e conhecendo, nós pegamos 10 dias, de carro alugado, e passeamos por diverdas cidades do interior do Québec. Fizemos um álbum cool dessa viagem e levamos pra entrevista. Isso foi um enorme diferencial, o M. Leblanc pulou um monte de perguntas e abriu um mega sorriso, porque sabia que nós tinhamos conhecido e entendido a sociedade quebecoise. :)

    Pra nós foi sobretudo fundamental essa ida. Fez toda a diferença nas nossas escolhas de cidade e de vida. Se vocês tiverem como fazer isso, recomendo muitíssimo!

    Agora, no meu caso e no de outros, isso provocou um mega atraso no processo. É como se quem tivesse ido no Canadá fosse castigado pelo consulado...hehehehe. O que no caso de vocês não tem importância, já que o prazo é bem elástico. :)

    Beijinhos,
    Alice

    ResponderExcluir
  4. Oi Filipe,

    Acho que se vocês só tem 15 dias, deveriam passear sim. Aproveitar esses 15 dias pra conhecer o máximo de coisas!

    Vocês podem dirigir com a carteira brasileira durante os três primeiros meses lá.

    O preço pode variar MUITO. Nós fomos no centro de turismo em Montréal (depois me lembra de pegar o endereço, ok?). Lá eles organizaram o melhor preço de aluguel do carro (ficou em 550CAN) e de moteis.

    A gente ia ficar em albergues, mas eles mostraram que esses moteis (estilo filme americano) ficam no mesmo preço e são mais confortáveis.

    No final passeamos muito, foi ótimo. Tem uma descrição dos lugares e tempo no timeline do blog. :)

    Beijinhos,
    Alice

    ResponderExcluir
  5. Olá, Felipe! Fiquei surpresa com a sua decisão, pois aquele dia lá na Aliança você parecia bastante convicto de esperar todos esses anos. Mas também penso que foi uma decisão acertada vocês terem refletido, justamente pelo fato de a área da Amanda está em demanda por lá, conforme comentamos também... =)

    Quanto a prova... Acredita que também tirei exatamente 57? E olha, na minha sala só os bons alunos tiraram notas nesse nível, hein? Você tá indo melhor do que postou aqui outro dia! ^^
    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Viajar de Montréal pra Toronto é ótimo! Vocês têm duas opções, ir por uma via que vai direto, pra economizar tempo e curtir mais os dois arredores, ou fazer como nós, que fomos por dentro, conhecendo as cidadezinhas do caminho.

    A gente amou a segunda opção porque as cidadezinhas são LINDAS, e a gente foi beirando os lagos, que são LINDOS.

    Mas talvez, se é uma viagem rapida pra escolher entre dois lugares específicos, seja melhor ir na pista rápida. :)

    Agora, se é pre morar em Toronto, façam o favor de entrar com o processo via Canadá e não Québec. É muito feio pegar o visto pelo Québec já projetando não morar lá. ;)

    Beijinhos,
    Alice

    ResponderExcluir

Obrigado por me acompanhar! :)

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.