14 de março de 2014

Nosso Perfil com Pontuação Completa - DCS

Olá pessoal!
 
Como atualizei há pouco tempo meu dossiê com a inserção da minha esposa, as pontuações mudaram um pouco.
 
Colocarei aqui a contagem de pontos para meu dossiê, para servir de base para futuras avaliações (ATENÇÃO! ESTA CONTAGEM É VÁLIDA ATÉ A PRESENTE DATA MAR/2014. SE BASEIE NA PONTUAÇÃO DO GPI MAIS ATUAL PARA REALIZAR SUA CONTAGEM DE PONTOS!):
  • Facteur 1: Formation
    • Critère 1.1: Niveau de scolarité
      • Filipe: Diplôme d’études postsecondaires techniques sanctionnant 2 ans d’études à temps plein (6 points)
    • Critère 1.2: Domaine de formation
      • Filipe: Techniques de l'informatique (DEC) (6 points)
  • Facteur 2: Expérience
    • Critère 2.1: Durée de l'expérience professionnelle du travailleur qualifié
      • Filipe: 48 mois ou plus (8 points)
  • Facteur 3: Âge
      • Filipe: 18 ans à 35 ans (16 points)
  • Facteur 4: Connaissances linguistiques
    • Critère 4.1: Français*
      • Filipe: TCFQ C1/B1(8+4 points)
    • Critère 4.2: Anglais*
      • Filipe: IELTS 6.0/6.0 (4 points)
  • Facteur 5: Séjour et famille au Québec
    • Critère 5.1: Séjour au Québec
      • Filipe: Autres séjours dont la durée équivaut à au moins 2 semaines et à moins de 3 mois (1 point)
    • Critère 5.1: Famille au Québec
      • (0 points)
  • Facteur 6: Caractéristiques de l’époux ou conjoint de fait qui accompagne
    • Critère 6.1: Niveau de scolarité
      • Najlla: Diplôme d’études universitaires de 1er cycle sanctionnant 3 ans ou plus d’études à temps plein (3 points)
    • Critère 6.2: Domaine de formation
      • Najlla: Psychologie (Non Doctorat - 0 points)
    • Critère 6.3: Âge
      • Najlla: 18 ans à 35 ans (3 points)
    • Critère 6.4: Français
      • Najlla: (0 points)
  • Facteur 7: Offre d'emploi validée
    • Critère 7.1: Offre d’emploi validée dans la RMM
      • (0 points)
    • Critère 7.2: Offre d’emploi validée à l’extérieur de la RMM
      • (0 points)
  • Facteur 8: Enfants
    • Critère 8.1: 12 ans ou moins
      • (0 points)
    • Critère 8.2: 13 à 21 ans
      • (0 points) 
  • Facteur 9. Capacité d’autonomie financière
    • (1 point)
  • Facteur 10. Adaptabilité
    • "En attente de l'entrevue" (? points)
 Total: 60 pontos

* Facteur Connaissances linguistiques (selon les dispositions en vigueur avant le 1er août 2013) - Pontuação válida apenas para dossiês enviados até 1º de Agosto de 2013. O meu envio foi em Jul/2012, e atualização com inserção da esposa em Mar/2014.

Considerando a pontuação preliminar para avaliação do DCS (Exigences à l’étape de l’examen préliminaire) de 57 pontos, estamos dentro.
Considerando a pontuação de seleção para emissão do CSQ (Exigences à l’étape de la sélection) de 63 pontos, será necessário fazer entrevista ou enviar novo TCFQ com maior pontuação para cobrir os pontos restantes.

O grande problema hoje é a forma de pontuação dos exames de proficiência. Pra eu conseguir mais de 12 pontos (que eu já consegui com a prova anterior), há as seguintes possibilidades:
  • Se eu enviar um novo TCFQ, com nota B2/B2/B2/B2, e for avaliado conforme a regra anterior a agosto de 2013, recebo 6 pontos + 6 pontos (Compreensão + Expressão Orais). As demais provas serão ignoradas;
  • Se eu enviar um novo TCFQ, com nota B2/B2/B2/B2, e for avaliado conforme a regra atual (pós agosto de 2013), recebo 5 pontos + 5 pontos + 1 ponto + 1 ponto (Compreensão + Expressão Orais e Escritas);
Ou seja, em ambas as situações eu teria 12 pontos do mesmo jeito. Neste cenário, eu somente conseguiria mais pontos se eu fizer dois C1 (para o caso de ser avaliado na regra antiga) ou um C1 e três B2 (para o caso de ser avaliado na regra atual). Nesse cenário, eu teria:
  • Regra antiga: C1/C1 = 16 pontos (8+8)
  • Regra atual: C1/B2/B2/B2 = 13 pontos (6+5+1+1) ou C1/C1/B2/B2 = 14 pontos (6+6+1+1)
Não menciono o IELTS, pois a pontuação é ainda menor e muito mais difícil de conseguir pontos superiores aos que já temos. Este é o sprint final, o último folego para conseguir alguma pontuação suplementar ao nosso dossiê. Pelo menos, se por algum motivo eu não conquistar uma das situações acima para pontuar mais, estarei treinado e pronto para fazer a entrevista.

Espero que, após quase 2 anos de espera no provincial, as entrevistas ou CSQ venham ainda neste primeiro semestre de 2014.

Este é nosso perfil. Vamos ver quais serão as cenas dos próximos capítulos!

Paciência e muita calma à todos nós aplicantes de 2011 e 2012, sorte aos aplicantes de 2013, e corram os aplicantes de 2014, ainda dá tempo!

Abraços.

8 comentários:

  1. Mesmo que precisem da entrevista, conseguirão os pontos de adaptabilidade fácil, fácil! Só falta agora o BIQ se mexer e limpar a poeira dos processos brazucas, né, porque tá difícil...

    Boa sorte!
    Abs!

    ResponderExcluir
  2. Doug, esta é minha esperança... Eles realmente precisam se mexer por lá...
    Mas ainda acredito que receberei uma convocação em breve, e ainda esse semestre eles irão limpar os processos de 2011 e 2012. Não custa ter fé, não é mesmo? rs.. Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Estamos quase na mesma pontuação. Pelas minhas contas, temos 59 pontos. Estou confiante em receber 4 pontos na entrevista!

    Boa sorte e espero que te chamem logo mesmo.

    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Boa sorte para nós todos, Rita!

    Que tenha sucesso também em seu processo! Seu dossiê está bem "redondinho" pelo que vi, então duvido que vá ter qualquer problema nesse sentido!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Olá Filipe, tudo bom?

    Será que consegue me ajudar com uma coisa?
    Qual a equivalência na tabela para quem não tem graduação nas áreas de atuação que dão mais pontos - por ex:, me formei em Comunicação Social, 4 anos de bacharelado, mas na tabela consta apenas "Undergraduate diploma attesting to 3 or more years of full-time studies", dificilmente as faculdades em SP têm cursos full-time.

    Você sabe como funciona?

    Obrigada.

    ResponderExcluir
  6. Olá Juliana,

    Estou enfrentando algo semelhante com relação a minha esposa. A profissão dela não está na "Section E" (0 pontos), mas ela é Psicóloga, e a lista de profissões dá pontos apenas para doutorado. Então acabei, na minha pontuação, zerando o domaine de formation da minha esposa, como pode ver no post.

    Muito embora, lá no formulário de avaliação preliminar, há a opção de selecionar uma formação universitária "qualquer" de 3 ou 4 anos, que dá aí alguns pontinhos com relação ao conjoint. Não sei se oficialmente isso vale. No GPI e na "GRILLE DE SÉLECTION DES TRAVAILLEURS QUALIFIÉS" isso não é mencionado.

    Por enquanto, estou condiderando 0 pontos para ela. Se ela pontuar, ótimo, estaremos mais perto dos 63 pontos para o CSQ.

    Desculpe se não pude te ajudar. Se encontrar algo nesse sentido, me ajude também! Compartilhamos de dúvidas semelhantes!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Eu ouvi dizer (na palestra do Governo) que as entrevistas estão sendo marcadas aproximadamente em setembro. Talvez vocês entrem nessa "remessa".
    A sua esposa não faz francês? Talvez essa seja a forma mais rápida de aumentar a pontuação sem passar pela entrevista. Ela poderia fazer um intensivo (ela vai usar a língua para poder trabalhar depois, então, é um investimento).
    Boa sorte e abraços.

    ResponderExcluir
  8. Olá souza.quebec!
    Ela faz sim, mas o nível dela ainda está distante do mínimo B2, e abaixo disso não pontua. Então teremos que passar pela entrevista mesmo.
    Abraços!

    ResponderExcluir

Obrigado por me acompanhar! :)

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.