25 de outubro de 2010

E as coisas, como estão?

Comigo, tudo certo! rs...

Voltando ao prometido sobre o andamento nesses últimos meses, e posso dizer que o saldo é positivo.

Estou na metade do semestre da Aliança Francesa, e bastante satisfeito com o curso na Natural English, indicado inclusive pela autora do blog Patitando que já está com o esposo no Canadá há poucos meses e saiu daqui também, de Brasília. Esta segunda escola que citei por sua vez é focada apenas em conversação com pouco envolvimento escrito. Apesar de eu ser muito exigente com metogologias de ensino, acabei por me satisfazer com estas duas escolas.

Estive durante este tempo até avaliando outras escolas como ILAL (Instituto Latino-Americano de Línguas) para inglês e francês e ainda a Cultura Francesa, que possui cursos voltados inclusive para imigração canadense, porém estas ficaram fora do previsto, ou em valor ou em metodologia, e resolvi não arriscar.

Em fevereiro do ano que vem começo já no nível Intermediário da Aliança Francesa, só que dessa vez no Intensivão semestral, permanecerei no regular da Natural English e começarei no regular da UNB Idiomas para inglês. Por que da minha decisão na UNB Idiomas? Pelo fator que citei acima. Minhas aulas de inglês atualmente estão focadas apenas na conversação, e sinto falta da gramática. A UNB Idiomas será a única opção que terei condições de custear, afinal, estarei fazendo um curso intensivo de francês e dois regulares de inglês.

Por fim, em dezembro do ano que vem irei estudar em Montreal, muito provavelmente em alguma escola que forneça preparatórios para IELTS ou TCFQ. Este segundo terá prioridade, pois neste mesmo mês planejo o envio do dossiê, e se já conseguir o TCFQ, será grande adianto. De toda forma, farei ambas as provas e enviarei o resultado obtido.

Se conseguirei um bom nível de francês e inglês pra passar em ambas provas, não sei, mas estou me empenhando muito nisso e espero obter ótimos resultados até lá. Se tudo der certo, estarei com nível avançado em ambas as línguas, pelo menos será o que dizem os níveis de proficiência das escolas.

Esta fase de preparação e estudos é difícil, pois não temos como determinar nossas possibilidades, e tudo está limitado ao esforço individual (estudar, estudar, estudar...), no financeiro (guardar dinheiro para ir, e ainda para pagar cursos de línguas) e ainda ter o risco de o processo não aceitar mais imigrantes com nosso perfil enquanto nos preparamos. São poucos os blogs que encontrei que falam desta fase, geralmente os blogs são criados quando as pessoas já possuem nível adequado dos idiomas e o processo será brevemente aberto ou já está em andamento.

Por enquanto, vou detalhando desde o comecinho mesmo da idéia de imigrar pra que isso sirva até mesmo com uma base pessoal de comparação futura. Quem sabe sirva pra alguem também futuramente. :)

7 comentários:

  1. com certeza Felipe, seu post é muito válido.
    Nós estamos na mesma fase. Estudando francês desde de dezembro do ano passado e gastando muito tbm com aulas particulares.
    Sei exatamente do drama: guardar dinheiro e pagar as aulas, aff...

    Mas olha estamos por aqui torcendo por vcs e desejando muito ânimo, pois as vezes, pensamos em jogar tudo pro alto, essa fase não é fácil.

    Abraço,
    diariocanadabrasil.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Felipe,
    Fazemos aulas particulares desde do início com um professor da Alinaça francesa aqui em recife. Ele é canadense, o que nos ajuda muito.

    Confesso que foi mais dificil nos primeiros 4 ou 5 meses, depois vc acostuma os ouvidos.

    Tínhamos antipatia pelo idioma e hj passou, meu marido tinha muito mais, dizia q era lingua de "bicha", rsrsrsrs, que preconceito!

    Mas hj ele fala e entende melhor do que eu. Ainda bem, ele é o requerente.

    AS vezes sentimos muita anciedade quando não conseguimos aprender rápido ou não entender determinado assunto.

    Acho que o saldo tem sido positivo, estamos aprendendo agora por osmose, uma fase melhor, de tanto ouvir e ler em francês.

    Essa insegurança ou pessimismo acontece mesmo, mas é sempre no início depois passa, pode crêr.

    E vamos juntos nessa!

    ResponderExcluir
  3. Pois é Filipe, realmente não encontro muito blogs que falam desta parte que estamos passando. Eu também sinto falta de conselhos sobre como proceder. Eu e o Dani as vezes pensamos sobre todo o dinheiro que estamos gastando em cursos e guardando ao invéz de aproveitar a vida agora, e tudo em prol de um futuro meio distante... As vezes eu penso que todo esse estudo e esforço traz um pouco mais pra perto essa realidade que tanto sonhamos, e o esforço se torna motivação e consolo. Mas tem hora que eu realmente fico pensando se estou fazendo tudo da melhor forma possível.
    De qualquer forma admiro todo o seu esforço com o francês e com o inglês.
    E quem sabe no ano que vem a gente não se encontra no curso de inglês da UnB... Eu e o Dani também estamos precisando de complementos mais em conta do que aulas particulares e ILAL.
    Boa sorte pra nós todos!

    ResponderExcluir
  4. Olá Filipe,

    Eu fiz Aliança e estudei particular com o Marcos.
    Na Aliança fiz só intensivo, mas foi providência de Deus, pois consegui pessoas e formei uma turma que queria mesmo estudar dentre eles muitos que queriam vir pro Canadá, então foi bem específico.

    O método da Aliança é lento, primeiro vc aprende a gramática e tem pouca conversação, com professor particular ele vai direto na sua fraqueza e trabalha aí, e vc é corrigido na hora.

    Como disse, fiz os dois ao mesmo tempo, mas diria que com o Marcos desenvolvi mais, se eu não pudesse fazer os dois ao mesmo tempo, faria com o Marcos e depois faria o teste de nível da Aliança.

    Alguns amigos fizeram isso e ganharam tempo na Aliança pegando um nível maior do que estaria se estivesse fazendo regularmente.

    Abraço, Deus abençoe no seu projeto

    ResponderExcluir
  5. Pois é Filipe, acho que você então deveria fazer com o Marcos, pois menos horas com ele vale mais que as mesmas horas na aliança, você pode atestar isso fazendo o teste de nível depois pela aliança....

    O que pode diminuir seu ritmo um pouco é o estudo de duas línguas ao mesmo tempo, sei pq aqui em Montreal vc fala as duas então é mais complicado ficar fluente nas duas...

    Mas vc é novo e consegue mais fácil... hahahahahahahah

    Qualquer dúvida pode mandar que será um prazer ajudar... abraço

    ResponderExcluir
  6. Pois é Filipe, acho que você então deveria fazer com o Marcos, pois menos horas com ele vale mais que as mesmas horas na aliança, você pode atestar isso fazendo o teste de nível depois pela aliança....

    O que pode diminuir seu ritmo um pouco é o estudo de duas línguas ao mesmo tempo, sei pq aqui em Montreal vc fala as duas então é mais complicado ficar fluente nas duas...

    Mas vc é novo e consegue mais fácil... hahahahahahahah

    Qualquer dúvida pode mandar que será um prazer ajudar... abraço

    ResponderExcluir
  7. Oi Filipe,

    Cara, muito legal a preparaçao em linguas que você tah fazendo. E muito legal ter esse registro inicial.

    Realmente é raro ver bog nessa fase.

    Bisous de Montréal,
    Alice

    ResponderExcluir

Obrigado por me acompanhar! :)

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.