8 de abril de 2014

Trabalho aos montes. Possibilidade Zero

Exatos 1 mês após mudar o perfil do LinkedIn para o Canadá, recebi 4 contatos de diferentes províncias e oportunidades.

A primeira, como mencionei anteriormente, foi uma oportunidade para trabalhar em uma empresa petrolífera situada em Alberta. Não cheguei a fazer entrevistas, pois eles demandam obrigatoriamente o visto de Residente Permanente e não estavam dispostos a oferecer uma oportunidade de trabalho temporário.

A segunda foi uma oportunidade para trabalhar em Toronto. A recruiter elogiou o perfil, mas infelizmente tive a mesma limitação que tive para a primeira oportunidade com relação ao visto.

A terceira tratou-se de um contato de uma recrutadora da Abacus Talent. Ela mencionou que alguns clientes Abacus estavam bastante interessados no meu perfil, e gostariam de realizar algumas entrevistas. Desta forma, enviei meu CV, ela me chamou para uma entrevista via Skype para entender em que etapa eu estava no processo. Expliquei que o BIQ "engargalou" os processos a partir de 2012, e ela ficou chocada em saber que estou esperando a etapa provincial há 1 ano e 9 meses. Informou que poderia até dar sequência nas entrevistas se eu tivesse o CSQ, mas que no momento não podemos seguir adiante. Informei dos rumores de que apenas em Outubro teremos uma nova missão de seleção. Ela informou que irá me contatar novamente em Agosto para obter novidades sobre o andamento do meu processo. Desolé...

A quarta foi ainda esta semana. Também um recrutador, desta vez de Montréal, perguntando se estou em busca de novas oportunidades, pois ele dispõe de uma vaga com salarial diferenciado e tudo mais. Enviei o CV uma vez mais, e vamos ver como as coisas seguem. Não vou esperar pelo pior, pois apesar de desanimado com a lentidão do processo, tenho esperança de que as coisas andarão ao meu favor em breve. Seja com o CSQ, ou com uma oportunidade de trabalho temporário enquanto espero o PR.

Essas experiências me geram uma sensação boa, pois em 1 mês, sem enviar 1 CV sequer ou buscar qualquer informação sobre novas vagas no Canadá, recebi 4 possibilidades fortes de trabalho exatamente na minha área.

É fácil notar que HÁ trabalho. Creio que se eu enviasse o CV para para as empresas e participasse de mais seleções em aberto, conseguiria rapidamente uma posição (caso tivesse o PR).

É realmente triste lidar com este tipo de situação, pois poderia estar já neste momento me alocando no mercado canadense, mas... tenho de esperar pela vontade do BIQ em olhar para minha "pasta de papéis empoeirados".

Paciência, cabeça erguida e vamos em frente.

15 comentários:

  1. E ai brother, como está?
    Adotei a mesma estratégia quando fui fazer intercambio no Canadá. Muitos contatos e algumas entrevistas, mas esbarrei no mesmo problema de visto e CSQ. Pediram para entrar em contato quando estivesse morando lá.
    Achei por bem mudar para Brasil quando retornei.
    Qual sua opinião sobre isso? Não acha que podem entender errado você colocar o perfil Canadá mesmo não estando lá.

    ResponderExcluir
  2. Grande Daniel,
    Acabei utilizando isto para sentir um pouco do mercado canadense com relação ao meu perfil. Não descarto uma possibilidade de conseguir algo temporário enquanto espero o visto ou até mesmo uma empresa que "compre" o perfil para facilitar o meu processo de imigração. Posso estar sendo otimista demais, mas não custa tentar.
    Em Brasília, o LinkedIn não agrega tanto, pois aqui o negócio é realmente o networking e experiências anteriores. O mercado também é bem pequeno, então dá pra saber quais são as empresas que trabalham com SQA. Por isso, por o LinkedIn pra cá não faria muita diferença.
    Tenho sido muito transparente para todos aqueles que buscam meu perfil. Informo minha situação, e eles dão sequência se tiverem interesse. Talvez eu possa deixar muita coisa "à ponto de bala" com essa estratégia. Talvez eu mude de estratégia nos próximos meses.
    Vamos ver.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saquei
      Também gostei do feedback que tive do mercado ao fazer essa alteração. Devo repeti-la com o CSQ em mãos.
      Mantenha-nos informados.
      Abraço e bonne chance.

      Excluir
  3. Puxa amigo que chato e triste ao mesmo tempo, saber q as oportunidades existem mas esbarram no desgraçado do BIQ :/
    Mas fica firme que creio q as coisas irão melhorar pra vc.
    Ah,achei bem bacana o seu curriculo, add vc.
    Add meu marido tbm q é da área de T.I.
    Abração.

    ResponderExcluir
  4. \Como faço para trocar e colocar meu perfil no LKin do Canada??

    ResponderExcluir
  5. Espero que você tenha notícias boas sobre seu processo em breve !
    Não desanime. Já percebi pelo monte de gente que já vi passando pelo processo que o negócio é ser muitooooooo paciente.
    Sua hora vai chegar !

    abraços;
    Catherine

    ResponderExcluir
  6. Grande Filipe!! Cara, muito legal saber que as coisas, embora ainda emperradas por aqui, contarão a seu favor depois que o BIQ desengasgar! Esse é o diferencial de quem trabalha com TI: a procura por emprego dificilmente se arrasta por meses a fio. Eu e meus amigos das humanidades dificilmente recebemos contatos espontâneos assim, mesmo com visto no passaporte, certificados mil e foto retocada no photoshop hehehe

    Abaço!

    ResponderExcluir
  7. Filipe, tudo bem? Vi um post seu sobre seu sonho de ser piloto em 2012, tentei entrar no blog que vc indicou no post mas está bloqueado. Vc conseguiu fazer o curso? Eu sou piloto de helicóptero, tenho o PPH da FAA e estou checando meu PCH da ANAC. Você tem skype ou outro chat para que possamos trocar algumas idéias? Estou me planejando para ir embora do Brasil.
    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Oi Filipe! Acompanhamos seu blog pois enviamos nossos documentos na mesma época que vc...Lembro que no ano passado vc recebeu um email dizendo pra vc se preparar para uma entrevista e tal...recebemos um email do BIQ na semana passada solicitando o preenchimento de um formulário sobre nossas profissões (afirmando que sabemos que caso nossa profissão seja regulamentada e caso a gente queria exerce-la devemos fazer o processo de validação de diplomas e inscrição em ordem especifica). Também solicita que se existe alguma mudança a incluir no processo (filhos, casamento etc) deveríamos comunicar tbem. Estamos sumidos das comunidades, blogs etc...não sabemos se alguém da nossa época tbém recebeu este email...o email falava : Nous vous informons que votre dossier est en attente d’une décision. Vc recebeu algo assim? Depois do envio de dossie já recebemos duas solicitações de novos documentos e não falaram nada sobre novos TCFs (tiramos B1/C1 e B2/B2) por isso optamos por não fazer novos testes. Abraço!!

    ResponderExcluir
  9. Falae Xará (apesar de algumas diferenças na escrita de nossos nomes, hehehehe). Estou na saga da migração também mas ao contrário de você eu tenho de executar alguns passos para trás para realizar meu sonho. Eu estou enviando CV para alguns employers somente para saber como estou em relação ao mercado de trabalho internacional. O problema no meu caso é que como sempre trabalhei na area de oleo & gas viajando o Brasil (inclusive no momento trabalho em uma embarcação de uma empresa petrolifera) eu nunca consegui terminar o nivel superior (too bad!!!) e so iniciei meus processos de certificação (MS e Oracle). Para resumir o processo todo (quem sabe no futuro trocamos algumas figurinhas) eu irei para o Canada, apesar da idade (32 anos no momento), como estudante, fazer uma faculdade por lá (já irei com as certificações concluídas pois estou no road to certification ao longo desse ano), afinal "if all else fails" eu retorno para a terra brazilis (pesadelo!!!!) com uma baita bagagem acadêmica (e me tornarei over qualified por aqui, se isso acontecer tomara que eu consiga um emprego, hehehehe). Enfim, não vou me prolongar por aqui. Dá uma olhada no meu blog - http://saindodobrazil.blogspot.com.br Grande abraço, camarada... espero que em breve você poste seus posts diretamente do Canadá... Au revoir...

    ResponderExcluir
  10. Opa Xará (com alguma diferença em como nossos nomes são escritos). Espero que você consiga realizar seu sonho. Estou na mesma batalha porém alguns passos atrás. No momento estou na parte saving money do processo e me qualificando cada vez mais. Como não consegui terminar o nível superior aqui no Brasil por ter uma escala de trabalho agressiva (mais de 8 anos na área de óleo e gas em canteiros de obras e embarcações) eu estou "taking a step behind" e pretendendo ir para o Canadá como estudante pois mesmo que não certo (o que eu chamo de "if all else fails") eu pelo menos terei um nível superior "monstro" (o que espero que não me torne um "over qualified professional" me fazendo entrar no hall dos desempregados do Brasil, hehehehehe). E o meu trabalho de escala louca não permitiu tampouco que eu conseguisse terminar minhas certificações (que termino este ano) MS e Oracle). Eu estou tentando enviar, mesmo sabendo que não serei chamado, meus resumes para algumas empresas a fim de saber, pelo menos ter uma resposta, como esta a minha imagem profissional. Se eles pelo menos responderem que há a possibilidade de uma entrevista eu já fico mais feliz com o planejamento que estou fazendo. Criei um blog (saindodobrazil.blogspot.com.br) que tem a intenção de auxiliar aqueles que estão na mesma saga que a nossa (só tem dois posts até agora mas procurarei alimentar mais). Se quiser me adiciona la no G+, Facebook, Linkedin, etc para trocarmos alguma figurinha... Grande abraço, brother... Espero que seus processos caminhem em breve...

    ResponderExcluir
  11. Davi,
    Acabei abandonando estes planos ainda no Brasil, pois as horas de vôo e formação do Brasil necessitam de um longo processo para se tornarem válidas no Canadá, mesmo utilizando as mesmas regras ICAO. Pra você que já tem formação, o esquema é fazer um período de estudos no Canadá levando suas credenciais brasileiras. Assim você pode começar já a fazer capacitações técnicas em aeronaves específicas, e quem sabe já entrar para ser instrutor em uma escola.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beleza, e vc tem alguma informação de algum brasileiro que esteja voando no canadá? Sabe como é o mercado para helicóptero la?

      Obrigado .
      Abs

      Excluir
  12. familiacm,
    Obrigado pela presença no blog, e por me acompanhar! Estamos juntos, afinal, neste barco!
    De fato eu recebi somente um email em outubro do ano passado informando para me preparar para uma entrevista de seleção, e utilizaram exatamente a mesma frase no email (Nous vous informons que votre dossier est en attente d’une décision).
    Não me pediram nenhum outro documento desde então e nem me informaram de nenhuma entrevista ou algo novo.
    Só sei que meu dossiê não sumiu, pois eles receberam os documentos da esposa, cobraram a taxa e informaram que inseriram os documentos em meu dossiê na sexta passada.
    Com relação ao TCFQ, eu tentei fazer mais um para conseguir mais pontos e receber o CSQ em casa, pois a esposa não tem francês e inglês, e busquei reaver mais alguns pontinhos. Daqui 20 dias o resultado sai.
    No mais, vamos esperando e com a esperança de que as coisas vão andar em breve.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  13. Davi, não conheço pilotos no Canadá, mas sei que as coisas são favoráveis para pilotos de helicópteros em regiões de indústria petrolíferas ao norte, como em Alberta. Há boas possibilidades.

    ResponderExcluir

Obrigado por me acompanhar! :)

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.